62º Batalhão de Infantaria comemora o Dia do Exército com eventos em Joinville - Geral - A Notícia

Versão mobile

 

Festividades19/04/2018 | 07h00Atualizada em 19/04/2018 | 07h00

62º Batalhão de Infantaria comemora o Dia do Exército com eventos em Joinville

Solenidade aberta ao público acontece às 9 horas desta quinta-feira e marca o dia comemorativo

62º Batalhão de Infantaria comemora o Dia do Exército com eventos em Joinville Salmo Duarte/A Notícia
Crianças de escolas municipais fizeram visitas nesta semana Foto: Salmo Duarte / A Notícia

O 62º Batalhão de Infantaria de Joinville comemora nesta quinta-feira o Dia do Exército. Desde o início da semana, a corporação realiza uma série de eventos para celebrar a data. Um deles é a visita de alunos da rede municipal ao quartel. Estudantes de cerca de dez unidades conheceram as instalações e descobriram mais sobre a rotina dos militares.

Segundo o comandante do batalhão, tenente-coronel Reinaldo Sótão Calderaro, já há a tradição da banda do exército fazer uma visita por mês às escolas da cidade. No entanto, após identificarem que a população não está entrando no batalhão, foi tomada a iniciativa de levar as escolas para conhecer o local. Nesta semana, uma das unidades que fizeram a visita foi a Pauline Parucker, do bairro Boehmerwald, com 35 alunos do sétimo ano vespertino.

As crianças puderam conhecer um dia no batalhão, acompanhados da professora de matemática Tatiane Alves. Elas conheceram os aposentos, a banda formada por 36 militares, andaram de caminhão militar e alguns alunos ainda vestiram uniformes da corporação e praticaram atividades simuladas do dia a dia de um soldado, como passar por uma ponte pênsil e realizar travessias entre cordas. Estudantes como as amigas Sabrina Pottmaier e Maria Eduarda Engroff, ambas com 12 anos, se empolgaram e cogitam entrar para o Exército no futuro.

- Eu acho legal visitar para conhecer (o batalhão) até para sabermos como é se mais para frente a gente quiser se alistar - explica Sabrina.

Um dos exemplos das meninas de que o desejo pode se tornar realidade é a sargento Nathália Ferreira Almeida, de 22 anos, que entrou neste ano no 62º Batalhão de Infantaria. A jovem conta que para estar lá foi uma conquista inimaginável para ela.

- Eu achava que era impossível, ainda mais sendo mulher, mas consegui. Participei de um concurso, preenchi os requisitos e deu certo - conta.

Além da visita das crianças, o batalhão está com uma exposição de materiais militares até domingo no shopping Mueller. Nesta quinta-feira, às 9 horas, também haverá uma solenidade aberta à comunidade no 62º BI. Será uma formatura com entrega de medalhas para militares e todo o batalhão em forma com a presença do efetivo de 850 militares. Outra atração aberta ao público é o concerto da banda do batalhão que acontecerá no domingo, às 10 horas.

 JOINVILLE,SC,BRASIL,17-04-2018.Dia do Exercito.62º BI,comemora 100 anos de existência em Joinville.(Foto:Salmo Duarte/A Notícia)
Foto: Salmo Duarte / A Notícia

Batalhão joinvilense centenário

O 62º Batalhão de Infantaria completou 100 anos junto à sociedade joinvilense em 10 de março deste ano. Porém, a história do batalhão começou no Rio de Janeiro há 225 anos, quando foi criado pelo Regimento de Moura, uma corporação que veio da corte portuguesa para o Brasil com o objetivo de combater a invasão espanhola no território nacional.

Desde lá, a corporação passou por outras cidades e Estados até chegar em Joinville em 1918. A primeira sede foi na Liga das Sociedades, onde permaneceu durante três anos. Em seguida, ocupou o espaço do quartel que havia sido construído e é ocupado até hoje pelos militares na região central.

O comandante Calderaro explica que a data 10 de março é muito significativa para toda a cidade porque remonta ao encontro da sociedade militar recém-chegada a uma sociedade joinvilense ainda em formação, com apenas 67 anos anos de história.

- O que mais destaco nessa história é a grande integração e a confiança que a sociedade de Joinville tem dedicada ao Exército. Existe aqui uma identidade com a sociedade que é única - ressalta.

Segundo Calderaro, existe um "triângulo" de prioridades no 62º BI e a aproximação com a sociedade é uma delas. Os outros dois pontos são a operacionalidade do batalhão e a proteção da família militar.

 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaFesta das Flores deve movimentar R$ 5 milhões em Joinville https://t.co/DRQrGzL19h #LeianoANhá 1 diaRetweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaJEC/Krona confirma renovação de contrato de mais três atletas https://t.co/tD2ljgc7Rv #LeianoANhá 1 diaRetweet
A Notícia
Busca