Ministério da Saúde estende vacinação da febre amarela para todos municípios de SC  - Geral - A Notícia

Versão mobile

 

 

Saúde pública20/03/2018 | 19h08Atualizada em 20/03/2018 | 20h57

Ministério da Saúde estende vacinação da febre amarela para todos municípios de SC 

Ampliação da imunização começa em julho no Estado; mais de 4,4 milhões de catarinenses devem ser vacinados

Ministério da Saúde estende vacinação da febre amarela para todos municípios de SC  Roni Rigon/Agencia RBS
Foto: Roni Rigon / Agencia RBS

Todos os catarinenses deverão de vacinar contra a febre amarela a partir de julho deste ano. A ampliação para todos os municípios brasileiros foi anunciada nesta terça-feira pelo Ministério da Saúde. Essa amplificação gradativa inicia neste ano e será concluída até abril de 2019. Segundo a pasta, a medida é preventiva e tem como objetivo antecipar a proteção contra a doença para toda população em caso de um aumento na área de circulação do vírus. Até o momento, não há registro de circulação em SC.  

Com a ampliação, devem ser vacinados mais 4,4 milhões de catarinenses. Até então, 162 municípios catarinenses integravam a Área com Recomendação de Vacina contra Febre Amarela (ACRV), principalmente na região Oeste e Planalto.  A partir de julho, os outros 133 municípios também serão incluídos. Vale lembrar que alguns grupos, como crianças menores de novo meses e pessoas com alergia grave a ovo, não devem tomar a vacina. 

— A partir de julho iniciamos a vacinação no Sul e toda a região passa a ser área de recomendação — confirmou o ministro de Saúde Ricardo Barros, em coletiva na tarde desta terça. 

O diretor da Diretoria de Vigilância Epidemiológica de SC, Eduardo Macário, diz que a ampliação era uma questão de tempo e reforça que é uma medida de prevenção, por isso não haverá uma campanha e a dose fará parte da rotina:

— É mais uma medida de precaução, porque o ciclo silvestre está se ampliando. Não tem necessidade de a população procurar correndo os postos, porque a gente não está numa emergência.

Macário diz que ainda não definiram a estratégia que será adotada para a imunização, mas acredita que deve ser iniciada pela população rural, mais suscetível ao vírus no ciclo silvestre. A última ampliação das cidades que fazem parte da área com recomendação em SC foi em 2010, quando passou de 40 para os 162 municípios atuais.

Em todo o país, 77,5 milhões de pessoas devem ser vacinadas. Diante disso, para atender à demanda do país nos próximos anos, o Ministério da Saúde solicitou ao laboratório produtor da vacina de febre amarela, Bio-Manguinhos/Fiocruz, um aumento de doses para a rotina de vacinação de 2019. 

Implantação gradativa da vacinação

Julho de 2018
Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul
Janeiro de 2019
Piauí
Fevereiro de 2019
Alagoas e Sergipe
Março de 2019
Paraíba e Pernambuco
Abril de 2019
Ceará e Rio Grande do Norte

Situação da febre amarela em SC

SC tem cinco casos suspeitos de febre amarela, mas não há confirmação de circulação do vírus no Estado. No total, já foram 33 casos suspeitos, porém 27 foram descartados. Desde o início deste ano, um caso da doença foi confirmado, que foi a morte da moradora de Gaspar em janeiro, mas a doença foi contraída em viagem a São Paulo. No ano passado inteiro, foram 17 casos suspeitos em SC, todos descartados.  No país,  entre 1º de julho de 2017 e 13 de março de 2018, foram confirmados 920 casos de febre amarela no país, sendo 300 mortes. 

Santa Catarina também já registrou dois casos de reação à vacina contra febre amarela. Uma criança de sete anos foi vacinada em Joinville, teve convulsões e chegou a ser internada na  Unidade de Terapia Intensiva (UTI).  O outro foi um menino de 10 meses de Santo Amaro da Imperatriz. Ambos estão bem. Até o dia 5 de março, foram aplicadas 63.491 doses da vacina contra a febre amarela em SC. 

Quem não pode tomar a vacina

Crianças menores de nove meses, mulheres amamentando crianças menores de seis meses, pessoas com alergia grave ao ovo, pessoas que vivem com HIV, pessoas em tratamento com quimioterapia ou radioterapia, portadores de doenças autoimunes. 

Quem deve ter avaliação antes de tomar

Idosos, pessoas que terminaram tratamento com quimioterapia, gestantes, pessoas em uso de corticoides.

Febre amarela: perguntas e respostas sobre a doença

Mapa com municípios (em verde) de SC que fazem parte da atual Área com Recomendação de Vacina:

Foto: Dive / Divulgação


Clique aqui e confira os municípios de todo o Brasil que integram a Área com Recomendação de Vacina


Leia também:

SC registra segundo caso de reação à vacina da febre amarela 

Confirmado primeiro caso de reação à vacina da febre amarela em SC

Com morte em SC, Vigilância reforça importância da vacina da febre amarela para viajantes

Febre amarela: perguntas e respostas sobre a doença

Mudanças no calendário: bebês de 9 meses devem tomar vacina contra febre amarela em SC

 
A Notícia
Busca