Ibama avalia danos ambientais causados por vazamento de óleo em rio de Corupá - Geral - A Notícia

Versão mobile

 

Meio Ambiente20/03/2018 | 11h18Atualizada em 20/03/2018 | 11h18

Ibama avalia danos ambientais causados por vazamento de óleo em rio de Corupá

Acidente ocorreu no último sábado com derramamento de 2,5 mil litros de óleo diesel

Ibama avalia danos ambientais causados por vazamento de óleo em rio de Corupá Reprodução / Divulgação/Divulgação
Vazamento de óleo em rio de Corupá ocorreu no sábado Foto: Reprodução / Divulgação / Divulgação

Uma equipe do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama) esteve em Corupá, no Norte de Santa Catarina, para avaliar os danos ambientais e possível aplicação de sanções ao vazamento de óleo de uma empresa na região. A visita aconteceu nesta segunda-feira (19) e tem relação com o acidente ambiental ocorrido no último sábado (17) no município.

Na ocasião houve o vazamento de cerca de 2,5 mil litros de óleo diesel no Rio Humbolt. O combustível vazou de um tanque usado para abastecer locomotivas da companhia Rumo Logística, responsável pelo transporte ferroviário na região.

A Defesa Civil de Corupá e a Divisão Municipal de Meio Ambiente analisam como enquadrar o dano ambiental para a possibilidade de aplicação de multa. Segundo o Ibama, quase todo o óleo vazado já se dissipou. O tratamento de água não precisou ser interrompido porque a captação é feita em outro ponto do rio.

 A NSC Comunicação procurou a Rumo Logística e também a Raizen Combustíveis, responsável pela unidade de abastecimento das locomotivas. Em nota, as empresas afirmaram que enviaram equipes técnicas para realizar a contenção do produto imediatamente após o vazamento. A nota diz ainda que a limpeza da área já foi realizada e que os trabalhos estão sendo acompanhados pelos órgãos competentes.

 
A Notícia
Busca