Donos de canil clandestino responderão por crime ambiental em Jaraguá do Sul - Geral - A Notícia

Versão mobile

 

 

Maus tratos21/03/2018 | 19h27Atualizada em 21/03/2018 | 19h27

Donos de canil clandestino responderão por crime ambiental em Jaraguá do Sul

Donos foram localizados e receberão multa no valor de R$ 500 por cada animal encontrado no local

Donos de canil clandestino responderão por crime ambiental em Jaraguá do Sul Marco Antonio Mendes / NSC TV/NSC TV
Eles estavam em situação de maus-tratos em canil de Jaraguá do Sul, apontam veterinários que estiveram no local Foto: Marco Antonio Mendes / NSC TV / NSC TV

Os proprietários do canil clandestino descoberto na última terça-feira em uma propriedade rural de Jaraguá do Sul vão responder por crime ambiental. Os donos foram localizados pela Polícia Militar Ambiental e receberão multa no valor de R$ 500 por cada animal encontrado no local.

O canil foi encontrado após uma denúncia feita por um grupo de protetores de animais atuante na cidade. Ao todo, foram resgatados 77 cachorros. Segundo a polícia ambiental alguns filhotes e animais adultos estavam doentes, sem água e alimentação.

A suspeita da polícia é de que os bichos eram usados para reprodução e tinham seus filhotes comercializados em outras regiões do Brasil, em especial, São Paulo. Foram capturados cachorros de sete raças no local como pug, buldogue francês, York, pequinês e chihuahua - cães que chegam a custar no mercado até R$ 5 mil.

A polícia ainda vai encaminhar um relatório da fiscalização para o Ministério Público, que poderá abrir um processo criminal por maus tratos. Além disso, a vigilância sanitária vai autuar o canil pela falta de alvará sanitário, responsável técnico e carteira de vacinação dos animais. 

Os animais foram encaminhados para clínicas veterinárias conveniadas à Associação Jaraguaense Protetora dos Animais (Ajapra). No entanto, como a posse ainda não é da associação, os cães não podem ser adotados por enquanto. 

Já existe um processo judicial em andamento para garantir que os animais não retornem para o canil. Enquanto isso, os cães vão para lares temporários e quem ajudar vai ter a preferência no momento da adoção.

 
A Notícia
Busca