Queda de árvore provoca morte de menina de oito anos em São João Batista - Geral - A Notícia

Versão mobile

 

 

Chuvas em SC10/01/2018 | 18h20Atualizada em 10/01/2018 | 18h20

Queda de árvore provoca morte de menina de oito anos em São João Batista

Outra menina de 13 anos sofreu ferimentos leves; Ao menos sete cidades em SC já registram ocorrências por conta das chuvas até a tarde desta quarta

Queda de árvore provoca morte de menina de oito anos em São João Batista Bombeiros de São João Batista/Divulgação
Foto: Bombeiros de São João Batista / Divulgação

Uma menina de apenas oito anos, que não teve o nome divulgado, morreu na tarde desta quarta-feira após uma árvore de grande porte cair sobre o telhado da garagem da casa onde ela brincava, no bairro Ponta Fina, em São João Batista, na Grande Florianópolis. Outra menina de 13 anos, que seria irmã da vítima e também brincava no local, teve ferimentos leves e foi socorrida pelos bombeiros. 

De acordo com o cabo do Corpo de Bombeiros Militar de São João Batista, Evandro Luis dos Santos, que participou do atendimento da ocorrência, a árvore estaria podre e, por conta do excesso de chuva, acabou cedendo sobre o telhado do que seria uma garagem, anexa a residências das meninas. Conforme o cabo, a mãe da vítima estaria em casa no momento do acidente. 

Ao todo, três bombeiros militares, um bombeiro comunitário, e socorristas da equipe do Samu de Nova Trento participaram do atendimento da ocorrência em São João Batista, que foi a primeira registrada na cidade por conta das chuvas.  Conforme a Defesa Civil, nas últimas 24 horas, choveu um total de 32,8 milímetros (mm) no município. 

Queda de árvore provoca morte de menina em São João Batista
Foto: Bombeiros de São João Batista / Divulgação

Pelo menos sete municípios já registram ocorrências

De acordo com a Defesa Civil do Estado, até a tarde desta quarta-feira pelo menos sete municípios já registraram algum tipo de ocorrência por conta das chuvas, entre eles a Serra do Rio do Rastro, Imbituba, Florianópolis, Braço do Norte, São José, São João Batista e Biguaçu.

Também conforme a Defesa Civil, até a tarde desta quarta-feira, cinco pessoas estariam desalojadas, mas não há registro de desabrigados. Ao todo, 26 pessoas foram afetadas pelos efeitos da chuva constante e seis casas foram danificadas. Até o momento, já foram distribuídos quatro rolos de lonas no Estado.

Ainda na tarde desta quarta-feira a Defesa Civil alertou sobre o risco de alagamentos e deslizamentos no Estado. Somente nas últimas 24 horas, o volume de chuva no litoral catarinense já superou os 100mm, especialmente entre o Litoral Sul, Grande Florianópolis até o Litoral Norte. 

Conforme a previsão do tempo da Epagri/Ciram, a chuva deve continuar até essa sexta-feira, dia 12, com intensidade moderada em alguns momentos, podendo acumular de 80mm a 120mm, especialmente de Florianópolis a Laguna.

Em Florianópolis, conforme a Defesa Civil, desde as 6h de terça-feira, dia 9, até às 8h desta quarta-feira, choveu mais de 100 mm, o que representa 50% da chuva do mês em apenas um dia

Leia também:

Puchalski: semana segue com tempo instável

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaBrusque e Joinville têm novo começo no Catarinense 2018 https://t.co/xKNpRoohRV #LeianoANhá 14 minutosRetweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaOperação da PM para combater criminalidade ainda não tem data para terminar em Joinville https://t.co/pTeApTbtlm #LeianoANhá 16 horas Retweet
A Notícia
Busca