Cidades de SC registram chuva, vendaval e granizo no fim da tarde desta terça-feira - Geral - A Notícia

Versão mobile

 

 

Tempo23/01/2018 | 20h07Atualizada em 23/01/2018 | 20h07

Cidades de SC registram chuva, vendaval e granizo no fim da tarde desta terça-feira

No início da noite, 164 mil unidades consumidoras estavam sem energia elétrica no Estado

Cidades de SC registram chuva, vendaval e granizo no fim da tarde desta terça-feira Carlos Henrique Costa/Arquivo Pessoal
Pelo menos 10 árvores caíram na UFSC, em Florianópolis Foto: Carlos Henrique Costa / Arquivo Pessoal

Santa Catarina voltou a ter fortes pancadas de chuva na tarde desta terça-feira, provocando transtornos em várias regiões do Estado, principalmente no Oeste, Vale, Litoral Norte e Grande Florianópolis. Os temporais começaram por volta de 17h30min, acompanhados de ventos e até de granizo em algumas cidades, como em Palhoça e Santo Amaro da Imperatriz. Às 19h, a Celesc registrava 164 mil unidades consumidoras catarinenses sem energia elétrica.

Conforme o Corpo de Bombeiros, houve alagamentos e queda de árvores em Florianópolis, Chapecó, São Carlos, Pinhalzinho, Herval d'Oeste, São José, Blumenau, Brusque, Itajaí e Balneário Camboriú. Na Capital, pelo menos 10 árvores caíram na UFSC. Ninguém se feriu. Alguns municípios, como Brusque, Xanxerê e Chapecó, também registraram destelhamentos de residências e comércios.

Os bombeiros de São José atenderam uma ocorrência de desmoronamento de um telhado no bairro Forquilhas, mas até as 19h45min não havia confirmação de vítimas.

O Vale, o Norte e a Grande Florianópolis foram as regiões mais afetadas no fornecimento de energia elétrica, somando mais de 120 mil unidades consumidoras sem luz.

Em Florianópolis, uma árvore caiu perto do posto de saúde do Pantanal e bloqueou o trânsito. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que queda de árvores na BR-282, em Palhoça, interrompem o trânsito na rodovia no início da noite desta terça.

Em Chapecó, fortes ventos derrubaram árvores nas ruas, sob a fiação elétrica e causaram destelhamentos na comunidade da Água Amarela e nos bairros Palmital, Presidente Médici e Passo dos Fortes. A Defesa Civil do município já está distribuindo lonas para as famílias atingidas.

A Defesa Civil do Estado não tinha registro de ocorrências mais graves ou vítimas até as 19h45min desta terça.

Leia mais 

Semana encerra com vistorias em locais atingidos pela chuva em Blumenau

Prefeitura de Florianópolis estima prejuízo de R$ 54 milhões  

Em três dias, Blumenau registrou 350 ocorrências relacionadas às chuvas  

VÍDEO: homem entra em casa alagada para resgatar cachorra em Blumenau

A Notícia
Busca