Jovem morre após afogamento no rio São João, em Garuva - Geral - A Notícia

Versão mobile

 

Água doce23/12/2017 | 12h22Atualizada em 23/12/2017 | 12h22

Jovem morre após afogamento no rio São João, em Garuva

Policiais militares chegaram a pular de ponte de 12 metros para salvá-lo

Jovem morre após afogamento no rio São João, em Garuva Polícia Militar/Divulgação
O jovem tentou atravessar de uma margem à outra e submergiu Foto: Polícia Militar / Divulgação

Um turista de 26 anos morreu após se afogar no rio São João, em Garuva. Uilian Cristo, morador de Curitiba, tentava atravessar o rio a nado quando submergiu, no trecho perto da rua Vereador Reginaldo News, onde há uma ponte. Outros banhistas perceberam a situação e tentaram resgatá-lo mas, como a água estava muito turva e havia correnteza, não puderam chegar ao rapaz sem também se colocar em risco.

A Polícia Militar de Garuva foi acionada e duas viaturas, com os sargentos Polsin e Baumann, o cabo J. Costa e o soldado Piva, chegaram ao local. Da ponte, eles localizaram a vítima e o sargento Polsin e o cabo J. Costa pularam de uma altura de 12 metros para salvá-lo.

— Tiramos o colete e o cinto e pulamos. Se tivéssemos procurado lugar para descer, demoraria muito tempo e podíamos perder a localização dele — contou o sargento Polsin à reportagem.

Os policiais retiraram Uilian da água e, na margem, começaram a realizar massagem cardíaca na vítima até a chegada do Corpo de Bombeiros Militar. O rapaz foi encaminhado para o Pronto Atendimento, sempre passando com a manobra de reanimação cardio pulmonar, mas teve morte registrada às 15h55, na unidade de saúde. 

Segundo o sargento Polsin, o rio São João recebe muitos banhistas neste período do ano. No entanto, nessa sexta-feira, a água apresentava características diferentes por causa das chuvas que ocorreram durante a semana. 

A partir deste sábado, 23 de dezembro, o rio São João tem um posto salva-vidas a cerca de 2,5 quilômetros do local onde Uilian se afogou. Além disso, uma equipe dos Bombeiros Militares fará rondas nos outros pontos mais frequentados por banhistas em Garuva. Desde sexta-feira, as rondas também são feitas pela Polícia Militar para identificar e coibir embriaguez no volante, perturbação da ordem pública e outros delitos. 

Confira cuidados que devem ser observados nos banhos de rio: 

Escolha um lugar seguro;
Conheça a profundidade do rio;
Observe a correnteza e verifique a existência de obstáculos como troncos, pedras ou galhos;
Observe as condições climáticas e eventos naturais como enxurradas;
Evite mergulhos ou observe atentamente o local (os incidentes mais sérios ocorrem em mergulhos);
Não fique próximo às margens de rios e ribeirões, principalmente em regiões de relevo acentuado, montanhoso e pequenos vales, pois muitas vezes há temporais intensos sobre os topos e cabeceiras, gerando repentinamente grande quantidade de água num curto espaço de tempo.


Telefones úteis

199 – Defesa Civil

193 – Corpo de Bombeiros

 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaSaiba como fazer uma composteira e seus benefícios para Joinville https://t.co/N8Er7UsT7n #LeianoANhá 15 minutosRetweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaStammtisch reúne 30 mil pessoas e bate recorde de público em Joinville https://t.co/o3p9KysHzn #LeianoANhá 13 horas Retweet
A Notícia
Busca