Produção industrial catarinense cresce 2,4% em setembro - Geral - A Notícia

Versão mobile

Economia08/11/2017 | 13h46Atualizada em 08/11/2017 | 13h46

Produção industrial catarinense cresce 2,4% em setembro

No ano, setor já acumula avanço de 3,6%; metalurgia e fabricação de veículos puxam alta

Produção industrial catarinense cresce 2,4% em setembro Diego Redel/Agencia RBS
Metalúrgica em SC: segmento é um dos que puxam a alta da produção industrial no Estado. Foto: Diego Redel / Agencia RBS

A indústria catarinense segue em recuperação, confirmada pelos indicadores positivos que aparecem mês a mês. Em setembro, a produção cresceu 2,4% em comparação com o mesmo mês do ano passado e neste ano já acumula alta de 3,6%, conforme a Pesquisa Industrial Mensal Regional divulgada pelo IBGE nesta quarta-feira. Também houve pequena variação positiva em relação a agosto, de 0,2%. 

Ao longo de todo o ano, a alta tem sido puxada pela metalurgia e pela fabricação de veículos, dois segmentos que mergulharam fundo na crise, o que também ajuda a explicar os números expressivos, já que se trata de uma base de comparação muito baixa. No paralelo entre setembro deste ano e de 2016, a metalurgia cresceu 33,4% e a fabricação de veículos, 13,5%. Entretanto, seis dos 12 segmentos da indústria da transformação sofreram queda na produção para esse mesmo tipo de relação, sendo a de produtos de madeira a mais acentuada, de  4,8%. No ano, somente quatro setores ainda apresentam dados negativo.

Em nível nacional, na comparação com setembro de 2016, o setor industrial mostrou crescimento de 2,6%, com dez dos quinze locais pesquisados apontando resultados positivos. Pará (13,2%) e Rio de Janeiro (11,3%) assinalaram as expansões mais intensas. Na passagem de agosto para setembro de 2017, houve crescimento em seis dos 14 locais pesquisados, na série já com ajuste sazonal. O destaque foi do Rio de Janeiro, alta de 8,7%. 

A taxa anualizada nacional - indicador acumulado nos últimos doze meses - assinalou o primeiro resultado positivo desde maio de 2014 ao avançar 0,4% em setembro de 2017,  e prosseguiu com a trajetória ascendente iniciada em junho de 2016 (-9,7%).  

Leia também:
Produção industrial cresce em 13 dos 15 locais no 3º tri ante mesmo período de 2016



Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaLoetz: Gisele Bündchen deixa de ser a modelo mais bem paga do mundo https://t.co/yy9tO2Rk6s #LeianoANhá 1 horaRetweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaEntenda no que os conselheiros se apoiam para pedir o impeachment do presidente do JEC https://t.co/I2NwZdfhLS #LeianoANhá 1 horaRetweet
A Notícia
Busca