SUS passa a oferecer medicamento para tratamento da microcefalia - Geral - A Notícia

Versão mobile

Zika vírus04/09/2017 | 11h11Atualizada em 04/09/2017 | 12h33

SUS passa a oferecer medicamento para tratamento da microcefalia

Pacientes terão acesso gratuito a remédio usado para evitar convulsões 

SUS passa a oferecer medicamento para tratamento da microcefalia não se aplica/Divulgação
Foto: não se aplica / Divulgação

Foi publicada na edição desta segunda-feira (4) do Diário Oficial da União a incorporação do medicamento antiepiléptico Levetiracetam pelo Sistema Único de Saúde (SUS). O remédio é usado para o tratamento de convulsões em pacientes com microcefalia.

Leia mais
Mosquitos com bactéria contra dengue e zika são soltos no Rio de Janeiro
Brasil deve gastar US$ 10 bilhões com doenças e anomalias causadas por zika
Human Rights Watch cobra do Brasil infraestrutura para combater o zika

Também conhecido pelo nome comercial Keppra, o medicamento evita convulsões em pacientes com anomalias decorrentes de infecção pelo vírus da zika.

O prazo para a incorporação do SUS é de 180 dias a partir da data de publicação. Com isso, famílias com crianças com diagnóstico de microcefalia poderão ter acesso gratuito ao medicamento na rede pública de saúde.

Leia as últimas notícias


Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaLoetz: Grupo de restaurantes de Joinville fatura R$ 41 milhões https://t.co/VJGquUHL6Z #LeianoANhá 2 horas Retweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaLoetz: Colombo veta projeto que combatia roubo de cargas  https://t.co/g6s3MzCfYD #LeianoANhá 8 horas Retweet
A Notícia
Busca