Ressaca provoca estragos na Praia do Gravatá em Navegantes - Geral - A Notícia

Versão mobile

Cidades09/09/2017 | 06h50Atualizada em 09/09/2017 | 06h50

Ressaca provoca estragos na Praia do Gravatá em Navegantes

Confira esta e outras notícias da colunista Dagmara Spautz

O mar agitado voltou a causar estragos no calçadão do Gravatá, em Navegantes. A prefeitura precisou isolar parte da calçada próximo à Pedra da Miraguaia, e pede que moradores e turistas respeitem a demarcação porque há risco de desmoronamento. O prefeito em exercício, Donizete José da Silva (PSB), assinou um decreto de emergência para agilizar os reparos.

Improbidade

O Ministério Público de Santa Catarina denunciou o ex-presidente da Câmara de Vereadores de Balneário Camboriú, Nilson Probst (PMDB), por improbidade administrativa. O processo envolve o pagamento irregular de vale transporte a uma servidora da Câmara, e a manutenção dela como membro de uma comissão remunerada por mais tempo do que o previsto em lei. Na ação, o promotor Jean Forest pede a perda de mandato e dos direitos políticos do vereador.

Para o MPSC, era responsabilidade do presidente da Câmara fiscalizar o uso irregular de benefícios. Pelas contas da promotoria, as irregularidades teriam causado um prejuízo de R$ 38 mil.Probst diz que instaurou sindicância, na época, para apurar o caso. E que se limitou à decisão da comissão, que determinou apenas uma advertência à servidora.

Bombinhas

Alvo de um inquérito do Ministério Público Federal, a concessionária Águas de Bombinhas, responsável pela obra de captação de água no Rio Tijucas para abastecer Bombinhas, alega que fez ¿três sessões nas Câmaras de Porto Belo e Tijucas¿ para esclarecer dúvidas da comunidade sobre a proposta. Como publicado na coluna de sexta-feira, a procuradoria investiga se houve a participação popular necessária a esse tipo de intervenção. A obra vai passar pela zona rural de Tijucas e por dentro da cidade de Porto Belo.

Praias

Itajaí deve encaminhar à União um pedido para que o município tenha a gestão das praias, assim como Balneário Camboriú fez recentemente. Segundo o secretário de Turismo, Evandro Neiva, a ideia é que a cidade possa organizar, por exemplo, a estrutura de quiosques da Praia Brava e de Cabeçudas e regulamentar o atendimento dos restaurantes na faixa de areia.

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaFestival reúne receitas diferentes para quem gosta de churros em Joinville https://t.co/FKsKQvaFSA #LeianoANhá 10 horas Retweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaCondutor morre após carro colidir com caminhão na BR-280, em Jaraguá do Sul https://t.co/Rq6BmUjrx6 #LeianoANhá 15 horas Retweet
A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros