Saavedra: Escola do bairro Vila Nova pode receber estrutura da Secretaria de Proteção Civil de Joinville - Geral - A Notícia

Versão mobile

Portal07/07/2017 | 06h30Atualizada em 10/07/2017 | 14h21

Saavedra: Escola do bairro Vila Nova pode receber estrutura da Secretaria de Proteção Civil de Joinville

Hoje abrigada na Cidadela Cultural Antarctica, a unidade deve se transferir para o prédio da escola Maestro Francisco Manoel da Silva que está prestes a ser desativada

Saavedra: Escola do bairro Vila Nova pode receber estrutura da Secretaria de Proteção Civil de Joinville Diorgenes Pandini/Agencia RBS
Prédio da escola ser´á desativado ainda neste mês Foto: Diorgenes Pandini / Agencia RBS

Com desativação prevista ainda julho, o colégio Maestro Francisco Manoel da Silva tem boas chances de ser a nova sede da Secretaria de Proteção Civil, a Seprot, hoje abrigada na Cidadela Cultural Antarctica. A inauguração pelo governo do Estado da escola Bailarina Liselott Trinks, no Vila Nova, vai absorver a demanda da Maestro.

Além do setor administrativo da Seprot, os guardas municipais e agentes de trânsito também devem ser baseados no Vila Nova. O pessoal da Defesa Civil e da central de monitoramento vão para a Expoville. Nesse arranjo, a Junta Militar também vai para a Expoville e o espaço deixado no Seinfra passa a ser ocupado pelo setor de recursos de multas de trânsito.

As mudanças, previstas para agosto, devem ser definidas nesta sexta-feira. Os espaços culturais, como os anexos no Museu de Arte e os pavilhões usados pela Ajote (teatro) e Aaplaj (artistas plásticos) serão mantidos. Neste momento, está sendo providenciado projeto para adequação dessa área da Cidadela às normas sanitárias e de prevenção de incêndios.

Com a saída da Seprot, outros órgãos municipais podem se instalar lá, como a rádio Joinville Cultural.

Leia mais notícias de Joinville e região.
Confira outras notas de Jefferson Saavedra 



 
 
A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros