Prefeitura vai descontar salários de servidores da Comcap que não trabalharem na segunda-feira - Geral - A Notícia

Versão mobile

Paralisação em Florianópolis06/07/2017 | 11h23Atualizada em 06/07/2017 | 16h32

Prefeitura vai descontar salários de servidores da Comcap que não trabalharem na segunda-feira

Categoria decidiu em assembleia cruzar os braços a partir da próxima semana

Prefeitura vai descontar salários de servidores da Comcap que não trabalharem na segunda-feira Betina Humeres/Agencia RBS
Categoria decidiu em assembleia cruzar os braços a partir da próxima semana Foto: Betina Humeres / Agencia RBS
Diário Catarinense
Diário Catarinense

O prefeito Gean Loureiro afirmou que vai descontar o salário dos trabalhadores da Comcap que não forem trabalhar na próxima segunda-feira, data marcada para o começo da greve da categoria. A decisão de cruzar os braços foi tomada em uma assembleia na manhã desta quinta-feira e só será revertida, segundo o sindicato da categoria, caso a prefeitura retire da pauta da Câmara um projeto que altera o regime jurídico da companhia, de empresa de economia mista para autarquia. Os trabalhadores também exigem a compra de novos caminhões para a coleta do lixo. 

Em entrevista ao programa Notícia na Manhã, da rádio CBN/Diário, Loureiro explicou que a aprovação do projeto é a única alternativa para que a prefeitura possa conseguir um refinanciamento da dívida previdenciária da companhia, que hoje ultrapassa os R$ 220 milhões. O patrimônio da Comcap, estimado em R$ 80 milhões, está penhorado.

— A dívida está em fase de execução. Se a gente não aproveitar esse momento, o que vai acontecer na prática é que a empresa vira pó — disse o prefeito.

Ele ainda refutou o argumento do Sintrasem de que a intenção da prefeitura seria privatizar a empresa e que os funcionários poderiam ser demitidos a partir de novembro. 

—  Garantir a Comcap pública sempre foi nosso compromisso. Esse refinanciamento garante um desconto de 80% nos juros da dívida, além de uma economia de R$ 15 milhões por ano — complementou.

Loureiro disse ainda que a greve é motivada por uma disputa eleitoral no sindicato e que "joga a população contra os funcionários".

—  Não temos mais condições de manter a Comcap nesse quadro. Não podemos ceder a qualquer pressão. vamos trabalhar para aprovar o projeto — finalizou o prefeito. 

Leia mais

Trabalhadores da Comcap decidem entrar em greve a partir da próxima segunda-feira em Florianópolis


 
 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaPalcos abertos democratizam a dança com apresentações gratuitas por Joinville https://t.co/I0rDfqRsgn #LeianoANhá 2 horas Retweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaComplexo prisional da Capital: coincidências após a denúncia da contagem paralela https://t.co/fkSYzXRPMi #LeianoANhá 3 horas Retweet
A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros