Saavedra: TJ mantém  bloqueio de R$ 920 mil para pagamentos à entidade responsável pela gestão do Casep - Geral - A Notícia

Versão mobile

Portal10/06/2017 | 13h12Atualizada em 10/06/2017 | 14h45

Saavedra: TJ mantém  bloqueio de R$ 920 mil para pagamentos à entidade responsável pela gestão do Casep

Duas liminares haviam sido concedidas ao MP em primeira instância no ano passado

Em decisão de maio publicada nesta semana, o TJ não aceitou recurso do Estado e manteve o bloqueio de R$ 920 mil para bancar os pagamentos à entidade responsável pela gestão do Casep de Joinville, para internação provisória de menores. Duas liminares haviam sido concedidas ao MP em primeira instância no ano passado. Há ainda uma terceira liminar, de março.

Leia as últimas notícias
Confira outras colunas de Jefferson Saavedra  

  • Sem bloqueio

    Também nesta semana, o TJ julgou recurso do Estado e confirmou o desbloqueio de R$ 3 milhões das contas da Secretaria de Estado da Saúde. Em decisão de 2016, o bloqueio foi determinado para custear eventuais internações em leitos de UTI, também em ação do MP (o dinheiro já havia sido liberado em liminar, a sentença de agora apenas confirmou).

  • Diferenças

    Os casos são diferentes porque no Casep há um contrato em vigor. Pelo mesmo motivo, também foi mantido bloqueio de recursos para o pagamento de atrasados ao Hospital Infantil de Joinville, no final do ano passado. Já em relação aos leitos de UTI, não há essa relação.

  • Redução

    Uma das medidas de contenção de despesas da Prefeitura de Joinville, a redução na contratação de temporários, continua afetando a Secretaria de Educação. No início do ano passado, eram 367 professores admitidos por prazo determinado. Agora, são 167 professsores temporários.

  • Mais Cosip

    Na reunião da base governista com Udo, a Cosip entrou em pauta porque Jaime Evaristo (PSC) citou seu projeto de isenção da cobrança para igrejas. A Prefeitura nunca se posicionou contra a proposta. O que foi discutido na sexta é o temor de que mais vereadores possam apresentar projetos semelhantes, para outros setores.

  • Suficiente

    Outro vereador, Natanael Jordão (PSDB), já apareceu com a ideia de isentar ONGs e outras entidades da Cosip. A arrecadação com a contribuição é suficiente para bancar o sistema – houve luminárias instaladas por Carlito já trocadas por Udo, por exemplo – mas eventuais novas isenções podem reduzir a receita (se é que serão aceitas pela Prefeitura.

  • Teses da greve

    O governo Udo desenvolveu a tese da greve ¿inevitável¿, de que o Sindicato dos Servidores iria fazer a paralisação de qualquer maneira. Assim, com esse raciocínio, só deverá melhorar a proposta durante a paralisação, a iniciar na segunda. Mas bem no fundo, a Prefeitura não acreditava em ¿clima¿ para a greve.

  • Mais expectativa

    Agora, o Executivo está na expectativa sobre a adesão à greve, com esperança de não contar com muita participação. Isso porque, na assembleia de quarta, nem todo mundo foi favorável a cruzar os braços, ainda que em minoria. Enfim, aconteça o que acontecer, a reposição pela inflação, de 3,99%, deverá ser concedida, só não se sabe quando.

  • Ainda não

    Há exatos dois meses, o governador Colombo esteve em Joinville para confirmar a duplicação do acesso ao Distrito Industrial pela BR-101. O evento marcou a volta dele à cidade depois de mais seis meses. Naquele momento, o governador alegou acreditar que era possível as máquinas iniciarem os trabalhos em torno de 60 dias. Passado esse prazo, nem o edital da obra foi lançado ainda pela Secretaria de Estado da Infraestrutura.

  • Relação

    A escolha do interlocutor da Prefeitura de Joinville com os vereadores ainda não foi feita e a tarefa vai ficar informalmente com os secretários Afonso Fraiz e Marco Aurélio Braga. Na café de ontem com a base, Udo admitiu que os projetos enviados pelo Executivo deveriam ter sido melhor explicados. Foi marcada uma nova reunião do prefeito com a base, no final do mês.

  • De 2002

    Na ação de cobrança de cumprimento do plano de manejo do morro do Boa Vista, o Ministério Público lembrou que a Secretaria de Habitação de Joinville prometeu em 2002 realocar 23 famílias para outra área. O pessoal continua no mesmo local e agora a promotoria quer a regularização fundiária para que seja levada infraestrutura ao local.

  • Pela paz

    Na manhã deste sábado, com expectativa de participação de centenas de pessoas, será realizada uma caminhada da paz, no Boehmerwald, em memória de trabalhador morto em assalto no bairro. Joinville já teve 74 assassinatos neste ano, recorde disparado para o período na cidade.

  • Nomeação

    Com formação em museologia, Renata Cittadin assumiu uma coordenadoria no Museu de Imigração de Joinville.

  • Acupuntura

    Em atendimento voluntário, tem um bicho abrigado no Centro de Bem Estar Animal recebendo tratamento com acupuntura.

  • Vacinação

    Encerrada na sexta, a campanha de vacinação contra a gripe em Joinville atendeu a 140 mil pessoas. A meta teria sido atingida.

  • Em estudos

    A base aliada ainda não se decidiu sobre o Vale Verde.

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaFilas e horas de espera marcam último dia de atendimento antes de recesso para reforma na Farmácia Escola de Joinvi… https://t.co/tXrlCfkzu8há 1 horaRetweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaAeroporto de Joinville terá apresentações natalinas https://t.co/IXXggYPlv2 #LeianoANhá 2 horas Retweet
A Notícia
Busca