Peças preparadas para a nova etapa de reforma da Ponte Hercílio Luz já estão em Florianópolis - Geral - A Notícia

Versão mobile

CARTÃO-POSTAL12/06/2017 | 19h31

Peças preparadas para a nova etapa de reforma da Ponte Hercílio Luz já estão em Florianópolis

Atuais barras de olhal, que mantêm a ponte sustentada por cabos, serão substituídas por estruturas trazidas de Minas Gerais

Peças preparadas para a nova etapa de reforma da Ponte Hercílio Luz já estão em Florianópolis Diorgenes Pandini/Agencia RBS
Peças serão ligadas por pinos, de forma semelhante a uma corrente de bicicleta Foto: Diorgenes Pandini / Agencia RBS
Diário Catarinense
Diário Catarinense

Já estão no canteiro de obras da Ponte Hercílio Luz, em Florianópolis, as primeiras peças preparadas para a fase mais importante nos trabalhos de recuperação da estrutura: tratam-se das chamadas barras de olhal, como são chamadas as peças aéreas que mantêm a ponte sustentada por cabos e formam as curvas do projeto. As 24 barras chegaram nesta segunda-feira, trazidas de Ipatinga (MG), e estão armazenadas numa área próxima da cabeceira da parte continental. 

Cada estrutura tem cerca de 13 metros, com furos nas duas pontas, e pesa mais de 1,1 tonelada. A previsão é de que as novas barras sejam posicionadas no lugar das peças atuais a partir de outubro. Até lá, conforme o cronograma, já estarão concluídos os trabalhos de construção da estrutura que fará o suporte temporário das barras de olhal para permitir a troca. 

Segundo o engenheiro fiscal da obra, Wenceslau Diotallévy, a cada semana devem chegar 24 novas barras a Florianópolis. O projeto prevê a substituição de 360 barras em um período de 11 a 12 meses.

—Será dado o início à operação mais importante na recuperação da ponte, que consiste na troca da estrutura existente pela nova — destaca Diotallévy.

Visualmente, a substituição das barras previstas para começar em outubro também é considerada uma das etapas mais marcantes da reforma. Isto porque, além formarem o desenho da ponte, as barras poderão ser observadas de longe durante a reposição. Cada barra de olhal, compara o engenheiro Wenceslau Diotallévy, será ligada à outra barra de olhal por um pino, como se fosse uma corrente de bicicleta.

As peças receberam três camadas de tinta, com elementos anticorrosivos e voltados à proteção contra raios solares, com uma vida útil prevista de pelo menos 15 anos. A empresa Empa, do grupo português Teixeira Duarte, é a responsável pelo atual ciclo das obras de restauração. 

A ordem de serviço para os trabalhos foi assinada em abril de 2016, com prazo de execução previsto em 30 meses, o que aponta a conclusão das obras no segundo semestre de 2018. Quando reaberta, terá duas vias para receber veículos e espaço para ciclistas e pedestres.

Leia também:
Edital prevê ponte Hercílio Luz exclusiva para BRT
Órgãos admitem falta de plano em caso de colapso da Ponte Hercílio Luz
Investigação aponta gasto de R$ 563 milhões na reforma da ponte Hercílio Luz
MPTC já investigava desperdício na ponte
Os quatro obstáculos que cercam a restauração da Hercílio Luz

 
 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaVitória contra o Volta Redonda neste sábado coloca o JEC no G4 da Série C https://t.co/1LmzZAVitV #LeianoANhá 6 horas Retweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaAntídio Lunelli se licencia da Prefeitura de Jaraguá do Sul https://t.co/umaeN0KtmC #LeianoANhá 7 horas Retweet
A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros