Tartaruga-verde desova na praia do Estaleiro, em Balneário Camboriú - Geral - A Notícia

Versão mobile

Litoral Norte15/05/2017 | 15h33Atualizada em 15/05/2017 | 16h11

Tartaruga-verde desova na praia do Estaleiro, em Balneário Camboriú

Os ovos foram realocados para um ponto mais seguro e serão monitorados 

Tartaruga-verde desova na praia do Estaleiro, em Balneário Camboriú Divulgação Semam/Divulgação Semam
Foto: Divulgação Semam / Divulgação Semam
Diário Catarinense
Diário Catarinense

Um tartaruga verde desovou 86 ovos na praia do Estaleiro, em Balneário Camboriú, na noite deste domingo, 14. Segundo a prefeitura, o animal, com aproximadamente 1,4 metro e 250 kg, foi visto por moradores da região por volta das 18h. A Secretaria do Meio Ambiente de Balneário Camboriú (Semam) foi acionada e formou uma equipe para isolar e monitorar a área.

Eron Paes e Lima, biólogo do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) no Centro Tamar, explica que na manhã desta segunda-feira os ovos foram localizados, colocados em uma caixa de isopor e transferidos para cerca de 50 metros acima, na mesma praia, já que estavam muito próximos do mar.

— Ela desovou no frio, fora de época, então estamos na torcida para que realmente produza filhotes e tudo ocorra bem. A temperatura vai ser a grande aliada para desenvolver bem esses ovos, mas estamos apreensivos com relação a isso, já que o inverno está começando.

Equipe da Seman realocou os ovos para um local mais seguro na manhã desta segunda-feira Foto: Prefeitura de Balneário Camboriú / Divulgação

O biólogo explica que a área comum de desova deste animal é do Norte do Rio de Janeiro ao Nordeste do país, onde o clima é quente. Em condições normais, os ovos costumam levar cerca de 60 dias para eclodirem, mas, com o frio, devem levar até 80. A área em que os ovos foram enterrados foi sinalizada e uma placa será colocada local pela Prefeitura. 

— A intenção é que a população nos ajude e colabore para que tudo dê certo. Os próprios pescadores da praia nos ajudaram pela manhã a localizar os ovos e se comprometeram a proteger o local. Está todo mundo envolvido, pesquisadores e a comunidade do local — explica Lima.

Foto: Prefeitura de Balneário Camboriú / Divulgação

O local da desova será monitorado e há chance de a tartaruga retornar para uma nova postura em cerca de 15 dias em alguma praia do litoral de SC. Lima orienta que, caso os moradores encontrem o animal marinho, não se aproximem e entrem em contato com a Secretaria de Meio Ambiente da cidade, Polícia Ambiental, Ibama ou Projeto Tamar, para que possam ser tomadas as providências necessárias, como isolamento e identificação do local. 

O secretário do Meio Ambiente de Balneário Camboriú, Luiz Henrique Gevaerd, salientou, por meio da assessoria de comunicação, que o monitoramento será contínuo e a comunidade do local foi instruída a entrar em contato com a Seman (47 3363-7145) ou com a a Guarda Ambiental (153) caso perceba atividades suspeitas.

Leia também:

VÍDEO: Arraia gigante surpreende pescadores em praia de Itajaí 

Projeto de lei quer proibir queima de fogos para proteger animais em Florianópolis

Bombeiros de Schroeder resgatam cachorro que ficou preso em portão 


Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaRestaurantes e hotéis de Joinville e região atendem o público durante as festas de fim de ano https://t.co/zoSvDEfuqU #LeianoANhá 12 minutosRetweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaVereadores de Joinville elencam as principais propostas do ano https://t.co/m7GQ1ogmkD #LeianoANhá 32 minutosRetweet
A Notícia
Busca