Saavedra:  Perto do fim, Amae faz alerta à Águas de Joinville - Geral - A Notícia

Versão mobile

Portal10/05/2017 | 07h30Atualizada em 10/05/2017 | 07h30

Saavedra:  Perto do fim, Amae faz alerta à Águas de Joinville

Agência apontou elevação de gastos com pessoal na companhia

Divulgado na terça-feira, o relatório da Amae sobre o desempenho da Águas de Joinville no ano passado cita ¿excesso de caixa¿, com R$ 67 milhões acumulados, e vincula a ¿boa saúde financeira¿ às tarifas. ¿Estes resultados não são fruto de eficiência operacional e/ou financeira, mas sim de resultado da política tarifária¿, alega a Amae, a Agência de Água e Esgotos de Joinville. 

No ano passado, o reajuste da tarifa foi antecipado em relação ao previsto na revisão tarifária de 2014: em vez de 5,63% em maio foram aplicados 8,91% a partir de janeiro. A alteração foi feita por causa da alegada elevação nos custos. Agora em 2017, o aumento da tarifa atende à revisão e será de 5,02%. Outro dos alertas do relatório da Amae foi sobre os gastos com pessoal. 

Em 2015, a despesa consumiu 26% dos custos da Águas de Joinville. No ano passado, a fatia ficou em 29%. Nos dois casos, os encargos estão incluídos. ¿Se percebe uma tendência de aumento constante além do crescimento vegetativo¿, alegou a agência no documento. Como a Amae será extinta, com substituição por outra agência, o relatório publicado ontem é o último, de despedida. 

Leia as última notícias
Confira mais colunas de Saavedra 

Nova ala do Regional

Foto: Ana Paula Keller,divulgação / Divulgação

Na visita ao Hospital Regional de Joinville na tarde de ontem, o governador Raimundo Colombo autorizou a contratação de profissionais, principalmente de técnicos de enfermagem, por meio de processo seletivo. Assim, será possível a abertura de nova ala de enfermaria, com 43 leitos, em investimento de R$ 8,9 milhões. Assim, o maior hospital estadual de Joinville passará a contar com 280 leitos. A diretora do hospital, Tânia Eberhardt (E), acredita na ativação do setor em até dois meses. A secretária Simone Schramm (ADR) e o superintendente de hospitais da Secretaria de Saúde, Marcelo Lemos dos Reis, também participaram da visita ao Regional.

Dinheiro do porto

Na audiência pública realizada na manhã de ontem sobre o projeto de mudança no modelo de gestão do porto de São Francisco do Sul, a SC Parcerias, futura administradora do terminal, alegou que o dinheiro existente em caixa deve ser investido no próprio porto. Há planos de usar parte do dinheiro na terceria pista de trecho da BR-280.

Resistência

Não está claro ainda se melhorias no acesso seriam investimentos no ¿próprio porto¿. ¿Acreditamos que sim, mas isso precisa ser bem estudado¿, diz o deputado Darci de Matos, relator do projeto. Na audiência na Assembleia, servidores se manifestaram contra o projeto de mudança na gestão do porto devido às dúvidas sobre a lotação deles em secretaria. O Estado garante que todos vão continuar trabalhando no porto.

Serra Dona Francisca

Além do pedido de R$ 150 mil para melhorias na sinalização, o governador Colombo recebeu solicitação da ADR para a recuperação da iluminação da Serra Dona Francisca, algo em torno de R$ 1,5 milhão. Seria adotado modelo semelhante ao usado na Serra do Rio do Rastro.

Na SSP

Na última segunda-feira, seis vereadores de Blumenau, acompanhados pela presidente de associação de conselhos comunitários da cidade do Vale do Itajaí, foram recebidos em Florianópolis pelo secretário de Segurança Pública, César Grubba. O pessoal entregou um abaixo-assinado com 19 mil assinaturas com pedido de investimentos em segurança. 

Na segunda

Naquele mesmo dia, um grupo de quatro vereadores de Joinville esteve com o secretário adjunto Aldo D¿Ávila para convidar a cúpula da Segurança Pública para participar de audiência em Joinville. Grubba estava em outro compromisso. No mês passado, o secretário foi alvo de moção na Câmara por não ter aparecido em debate na Câmara sobre segurança – Grubba não foi a audiência em Blumenau, em março. 

Queixa de Mariano

O professor e ex-vereador Adilson Mariano (PSOL) considera ¿perseguição política¿ o fato de ainda não ter conseguido voltar a dar aulas de história na rede estadual. Em equívoco, a licença de Mariano foi concedida até 2014. Só que ele ainda estava no exercício do mandato e foi aberto processo administrativo contra ele. A situação foi esclarecida e Mariano voltou a lecionar em 2017.

Em apuração

Só que há duas semanas, o professor foi informado sobre a reabertura do processo. Além disso, Mariano está sem receber desde janeiro (o Portal da Transparência mostra o professor com os salários zerados). A Secretaria de Estado da Educação alega que o processo administrativo não foi reaberto e está em apuração interna o motivo de o nome dele não aparecer no sistema.

Volta da energia

Um das associações de moradores da zona Sul de Joinville, foi à Justiça para tentar ganhar a prioridade da Celesc em caso de queda de energia, nos serviços de restabelecimento. A liminar foi negada com base no princípio da igualdade, não teria porque a localidade ter a preferência em relação aos demais pontos da cidade. Cabe recurso à decisão em primeira instância.

Não ficou sabendo...

Foto: Jaksson Zanco,Divulgação / Divulgação

Coube a Gelson Merisio o gesto de reaproximação com Udo Döhler, após afastamento durante a campanha, quando estiveram em lados opostos. No encontro a sós na Prefeitura de Joinville, a pedido do do deputado, Merisio ficou sondando se o prefeito iria concorrer a governador em 2018. E como todo mundo que toca no assunto, ficou sem resposta.

Qual dívida?

O tema foi até levantado pelos vereadores, mas como não houve insistência, o secretário da Fazenda de Joinville não precisou citar o valor da dívida de curto prazo da Prefeitura, aquela com os fornecedores, Flávio Martins pegou um exemplo da pergunta dos vereadores sobre o tema, referente à compra de fraldas geriátricas, e alegou que não poderia responder sobre as despesas da saúde, até porque a contabilidade do fundo do setor é feita de forma separada – o que é fato.

Atrasados

O secretário também citou redução proporcional na dívida consolidada, aquela de financiamentos de longo prazo e hoje em dia. Mas não abordou os débitos pontuais com fornecedores, ainda que não sejam na área da saúde. A Prefeitura tem reconhecido atrasos de quatro a seis meses nos pagamentos, em média. Quanto aos débitos do Estado com a Prefeitura, o secretário afirmou não ter o levantamento atualizado.

Quase um ano depois

Raimundo Colombo e Udo Döhler se encontraram na abertura da Expogestão, mas o prefeito não acompanhou a visita do governador ao Hospital Regional porque há audiência hoje deles em Florianópolis, a primeira em praticamente um ano. Como sempre é alegado, a pauta seria investimentos do Estado em Joinville e pendências com a Prefeitura. 

Não custa tentar

No encontro com Renato Hinnig, Udo até se surpreendeu: o presidente do PTB/SC disse que o partido está de portas abertas caso o prefeito queira concorrer ao governo do Estado e o PMDB não aceite seu nome. Udo achou curioso e alegou não pensar em deixar o atual partido.

Diárias

No ranking de gastos com diárias de viagem dos deputados estaduais no ano passado, em levantamento do Diário Catarinense, Kennedy Nunes (PSD) aparece na frente, com R$ 68,4 mil. O deputado alegou que as viagens internacionais foram motivadas por sua presença na União de Parlamentares Sul-americanos e do Mercosul.

De Joinville

Ainda entre os deputados estaduais com base eleitoral em Joinville, Patrício Destro (PSB) recebeu R$ 41,5 mil em diárias em 2016 e Darci de Matos (PSD), R$ 10,4 mil. A despesa de Dalmo Claro (PSD), também em 2016, foi de R$ 4 mil. 

Mais IPTU

Apenas com o georreferenciamento, com uso de mapas de construções, a Prefeitura de Joinville lançou R$ 7,5 milhões a mais em IPTU. Os mapas ajudaram no recadastamento dos imóveis, segundo a Fazenda.

Outra ponte

Foto: Salmo Duarte / Agencia RBS

Hoje, mais uma ponte da Estrada do Pico, em Pirabeiraba. Só que desta vez Salmo Duarte mostra uma estrutura em melhores condições do que a mostrada ontem, interditada para veículos. A ponte de hoje é a Friedrich Piske, sobre o rio Cubatão.



 
 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaParte de caminhão-guincho se desprende e arrasta três veículos em Joinville https://t.co/uOGWsZ60Ou #LeianoANhá 1 horaRetweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaPreço da gasolina sobe até R$ 0,30 em poucos dias em Joinville https://t.co/ZFgh2RCVX2 #LeianoANhá 1 horaRetweet
A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros