Mensagem sobre envenenamento de crianças como parte do jogo da Baleia Azul é falsa, afirma polícia - Geral - A Notícia

Versão mobile

Notícia Falsa na Rede20/04/2017 | 17h09Atualizada em 20/04/2017 | 19h14

Mensagem sobre envenenamento de crianças como parte do jogo da Baleia Azul é falsa, afirma polícia

Delegado da região de Ipanema, no interior de Minas Gerais, aponta que não há indícios ou suspeitas de que o fato esteja acontecendo

Mensagem sobre envenenamento de crianças como parte do jogo da Baleia Azul é falsa, afirma polícia Reprodução/WhatsApp
Foto: Reprodução / WhatsApp

Autoridades de Ipanema, cidade do interior de Minas Gerais com de cerca de 18 mil habitantes, se mobilizam desde o início desta semana para acalmar a população. Uma mensagem que circulou pelo WhatsApp nos últimas dias afirmava que crianças de determinadas escolas seriam envenenadas através da distribuição de balas. No texto, isso seria feito para cumprir uma tarefa do jogo da Baleia Azul, uma espécie de gincana com desafios que incluem assistir a filmes de terror, se automutilar e até tirar a própria vida. Pelo Brasil, pais e adultos enviavam a mensagem como uma forma de alerta. 

Leia mais:
Jogo da Baleia Azul, que pode levar ao suicídio, é "perverso", dizem especialistas
Suicídio de jovens: casos de automutilação são frequentes e acendem alerta
Mensagem "urgente" do médium Divaldo Franco sobre Brasil em risco é boato

A Polícia Civil da região investiga o caso e conclui que não há risco real ou indícios de que haja uma pessoa com intenção de distribuir balas envenenadas para crianças das escolas da cidade. Três instituições de ensino mineiras foram citadas na suposta mensagem que circula pelas redes sociais. A origem da mensagem ainda é desconhecida, e pela dinâmica do compartilhamento nas redes sociais, é difícil descobrir quem começou com o boato.

— A polícia agiu mais de forma preventiva nesse caso. Não vimos vínculo real com o jogo, tudo indica que é uma brincadeira de mau gosto que está sendo replicada. Não tem fundamento — diz o Delegado Nilson de Oliveira. 

Segundo a Polícia Militar de Ipanema, não há denúncias ou registros de pessoas que estariam distribuindo alimentos perto das escolas da cidade. O tenente Bruno Fernandes, do pelotão de Ipanema, afirma foi feito o contato com as escolas e o policiamento foi reforçado nos lugares citados na mensagem durante os horários de entrada e saída dos alunos. 

— Não tem nenhuma indicação de que alguém de Ipanema esteja participando ou participou de um jogo. Nas cidades próximas, as pessoas receberam as mesmas mensagens com nomes de escolas diferentes e de cidades diferentes. Hoje, as aulas já estão normais — afirma. 

Pelo Facebook, a Escola Estadual Nilo Morais Pinheiro convocou pais para discutir os perigos na internet nesta quinta-feira. Na quarta-feira, na rede social, foram postadas imagens com policiais militares que estavam lá para garantir a segurança dos alunos. 

Veja a mensagem compartilhada nas redes sociais na íntegra:

"Oi me chamo Lucas estou no desafio da baleia azul moro na cidade de Ipanema MG estou no décimo desafio que é dar balas envenenada pra 30 criancas de 3 escolas diferentes como já conhece bem a cidade escolhi o Nilo e a escolinha do campo e a imaculada pois tem mas criancas de pequenas peço desculpas as mães mas tenho que cumprir ou eles vem atrás de mim sinto muito pelos filhos de vcs ¿ desafio aceito Gente, falem com as crianças para não aceitarem balas, nem nada na escola nem na rua.Olhem o que esta acontecendo. Vou repassar como esta postado!"

Leia mais matérias da seção Notícia Falsa na Rede 

 
 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaHomem considerado um dos maiores estelionatários de SC é preso em Pernambuco https://t.co/IK6H1hAnne #LeianoANhá 1 minutoRetweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaSecretário de segurança reúne gabinete de crise e admite ação de facção em noite de ataques https://t.co/ljqMCo50Qh #LeianoANhá 11 minutosRetweet
A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros