Saavedra: Apesar de queda, número de cesarianas ainda supera o de partos normais em Joinville - Geral - A Notícia

Versão mobile

Portal19/03/2017 | 21h15

Saavedra: Apesar de queda, número de cesarianas ainda supera o de partos normais em Joinville

Confira esta e outras notícias do colunista Jefferson Saavedra

Os programas de incentivo ao parto normal e as novas regras envolvendo planos de saúde, adotadas em 2015, frearam o avanço das cesarianas, mas o procedimento ainda é adotado na maioria dos nascimentos em Joinville. Ainda assim, a queda surpreende: há dois anos, 43,6 a cada grupo de 100 partos em Joinville eram normais. O ano passado fechou com 49,7 por 100, ou seja, muito perto da metade. A vantagem no número de das cesarianas é esmagadoramente maior nos hospitais privados. Joinville teve 8 mil partos no ano passado, incluindo rede pública e particular.
Os dados são da Secretaria de Saúde de Joinville. Os números de nascimentos contabilizados pela Secretaria de Estado da Saúde, usados também para comparação com outros municípios, ainda não estão disponíveis.

Leia mais notícias do colunista Jefferson Saavedra

Pela terceira vez
No evento de sexta do PSDB em Araquari, Marco Tebaldi confirmou a disposição de concorrer a um terceiro mandato na Câmara dos Deputados. Ajuda a marcar posição, colocar o bloco na rua e evitar especulações de estar presente em chapa majoritária,  ainda que como vice ou ao Senado, condição que depois pode não se confirmar.

Desempenho
Na primeira disputa para a Câmara, em 2010, Tebaldi conquistou perto de 101 mil votos, sendo 60 mil em Joinville. Na eleição seguinte, o deputado tucano pulou para 135 mil votos, mas viu cair seu desempenho em Joinville para 46 mil votos, desempenho semelhante aos de 2012 e 2016, quando tentou voltar à Prefeitura de Joinville, sem sucesso.

Atualização
No início do primeiro mandato, Udo Döhler tinha pretensões de levar adiante a atualização da planta dos imóveis de Joinville, considerada defasada por sucessivos prefeitos e, é claro,  por ele também. Mas como tinha a LOT no caminho, com impactos na valorização dos terrenos e construções, a ideia foi sendo adiada.

Polígonos
Mas mesmo com a LOT em vigor desde o início deste ano, ainda não há prazo para envio de uma proposta de atualização à Câmara de Vereadores. Neste momento, a Secretaria da Fazenda de Joinville analisa a variação dos valores por meio de mapeamento por polígonos. Antes, havia plano de contrataçãpo de consultoria. A mudança na planta genérica implica alteração nos valores cobrados de IPTU, geralmente com elevação.

Só uma parte
Assinado em setembro de 2013, o convênio de R$ 2,9 milhões do Ministério do Turismo com a Prefeitura de Joinville para climatização do Centreventos só conseguiu a liberação de R$ 238 mil. Há plano de conceder à iniciativa privado o complexo do Centreventos, incluindo teatro e o Expocentro.

Abrigos
Outro convênio com o governo federal, para instalação de novos abrigos de ônibus, andou um pouco mais, mas ainda falta muito. Assinado no início de 2014, o contrato prevê R$ 2,2 milhões e até agora foram liberados R$ 418 mil. A Prefeitura tem que entrar com R$ 276 mil. Nos dois casos, o dinheiro é de emendas de LHS.

Sindicância
A queda de parte do muro entre o presídio e a penitenciária em Joinville levou à abertura de sindicância pela Vara de Execuções Penais. O desabamento ocorreu após temporal no final do ano passado.

Aviso aos pais
Se projeto do vereador Cristopher Oliveira (PMDB), o Chris Manão, for aprovado, a direção das escolas e centros de educação infantil de São Francisco do Sul terá até duas horas para comunicar os pais caso os alunos não apareçam nas aulas.


NAS RUAS
Em mais um impacto perverso da crise, o contingente de moradores de rua tem crescido em Joinville nos últimos meses. O terminal central de ônibus se tornou, junto com as marquises, em ponto de abrigo no Centro da cidade. No início do mês, foi inaugurada a sede própria do Centro Pop, perto da rodoviária, para atendimento de moradores de rua.

Mais cirurgias
Ainda há etapas burocráticas a serem vencidas pelo Hospital Regional de Joinville para se credenciar à realização de cirurgias oncológicas (câncer). A portaria abrindo a possibilidade de habilitação foi publicada na semana passada pelo Ministério da Saúde. O Regional tem estrutura para as operações e até já faz as cirurgias eventualmente, sem receber porque não há credenciamento.

Sem reserva
Sem ainda encontrar uma forma legal de enquadrar o projeto, dificilmente a Câmara de São Francisco do Sul vai aprovar a proposta da Prefeitura de criação de uma cota para trabalhadores locais nas obras contratadas pelo município. Tal reserva (no caso, pelo menos 50% dos contratados para obras de construção civil teriam de morar em São Chico) pode ser contestada na Justiça.  Entre as cidades com mais de 30 mil habitantes no Norte, só São Francisco não criou empregos em 2017.

Bem parecido...
Com citações de exemplos de cidades americanas e brasileiras, nas quais grandes investimentos em infraestrutura teriam se tornado obsoletas, Udo Döhler está com entendimento sobre mobilidade cada vez mais próximo ao do pessoal do antigo Ippuj, hoje abrigado na Secretaria de Planejamento Urbano.

O que falta
Tal posição aponta o transporte coletivo (seja ônibus, VLT, trem etc.) como o futuro para a cidade, com o transporte individual cada vez mais em segundo plano. Joinville ainda precisa de mais obras, como duplicações, elevados, mas logo não serão mais tão necessárias devido ao avanço do transporte coletivo, segundo o prefeito.

Vagas nos bancos
Em decisão tomada no final de fevereiro, o Superior Tribunal de Justiça não atendeu ao recurso de Sindicato de Estabelecimentos de Garagens e Estacionamentos e manteve a lei de Joinville de obrigatoriedade de as agências bancárias oferecerem vagas de estacionamento aos clientes. A lei é de 2008.

Menos veículos na BR-101
Mais uma vez, a crise econômica ajudou a reduzir o movimento no trecho Norte da BR-101, com queda de 1,6% no número de veículos pedagiados. Foi o mesmo índice de redução entre 2014 e 2015. Ainda assim, foram 118 milhões de veículos pagantes no ano passado, conforme balanço publicado na sexta pela Autopista Litoral Sul.

A NOTÍCIA

Notícias Relacionadas

Portal 10/03/2017 | 08h02

Jefferson Saavedra: Licitação do transporte rotativo de Joinville será enviado nas próximas semanas ao TCE

Confira estas e outras notícias sobre os bastidores da política

Portal 25/02/2017 | 07h41

Saavedra: Joinville tem 12 roubos de carro por semana

Crime no qual a vítima está presente dobrou ao longo da última década

Portal 24/02/2017 | 07h12

Saavedra: Possível candidatura de Udo não muda planos de Mariani para 2018

Deputado federal se mantém como pré-candidato para o governo do Estado pelo PMDB

Portal 14/02/2017 | 07h01

Saavedra: Nova lei do transporte ilegal já fez dez notificações envolvendo o Uber

Antes da nova legislação, haviam sido 30 notificações aos carros de Uber em Joinville

Portal 07/11/2016 | 07h02

Justiça nega paralisação das obras de drenagem no rio Mathias

Ação judicial de moradores cobra laudos e estudos de impacto

Portal 06/10/2016 | 07h02

Saavedra: Corrida na Justiça para impedir a votação da LOT

Outras três ações devem ser protocoladas ainda esta semana para tentar suspender andamento da votação do projeto

Portal 29/09/2016 | 07h01

Saavedra: Último balanço mostra recuo no peso da folha de pagamento da Prefeitura de Joinville

A despesa mensal esteve em média em R$ 61 milhões nos últimos 12 meses

Portal 07/09/2016 | 07h04

Jefferson Saavedra: Aumentam os roubos de celulares em Joinville

No mês passado, foram 42 casos registrados apenas na Zona Sul

AN Portal 13/08/2016 | 07h31

Peso da folha será o maior desafio do próximo prefeito de Joinville

Ainda sem o reajuste de 2016, folha de pagamento está em R$ 790 milhões anuais

AN Portal 17/02/2016 | 09h23

Jefferson Saavedra: Fiscalização dos bombeiros militares atende a pedido do MP em Joinville

Bombeiros militares estão fiscalizando hotéis e pousadas na cidade

A Notícia
Busca