Justiça condena duas mulheres por apresentarem atestado médico falso no trabalho - Geral - A Notícia

Versão mobile

Se a moda pega...20/03/2017 | 11h20Atualizada em 20/03/2017 | 11h20

Justiça condena duas mulheres por apresentarem atestado médico falso no trabalho

Documentos apresentados pelas trabalhadoras de Itajaí foram considerados fraude

O Tribunal de Justiça de Santa Catarina confirmou condenação de dois anos de prisão em regime aberto, além de multa, para duas mulheres que apresentaram atestado falso para justificar faltas ao trabalho, em Itajaí. A fraude foi descoberta porque um dos atestados estava rasurado.

Em depoimento, as duas mulheres disseram que não sabiam que os atestados eram falsos e que pegaram os documentos com uma servidora de um posto de saúde, porque a fila para consultas era grande. A desculpa não convenceu os desembargadores. 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaLoetz: Grupo de restaurantes de Joinville fatura R$ 41 milhões https://t.co/VJGquUHL6Z #LeianoANhá 4 horas Retweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaLoetz: Colombo veta projeto que combatia roubo de cargas  https://t.co/g6s3MzCfYD #LeianoANhá 10 horas Retweet
A Notícia
Busca