Fiéis se mobilizam para beatificação do padre João Schiavo em Caxias - Geral - A Notícia

Versão mobile

Religião18/03/2017 | 10h00Atualizada em 18/03/2017 | 10h00

Fiéis se mobilizam para beatificação do padre João Schiavo em Caxias

Solenidade deve reunir ao menos 50 mil pessoas e está marcada para outubro

Fiéis se mobilizam para beatificação do padre João Schiavo em Caxias padre João Schiavo,pe João Schiavo,beatificação,camisetas,estampa,recursos,fundos,venda,dinheiro/Agencia RBS
Vanice Dani confecciona camisetas com a imagem do venerável para serem vendidas Foto: padre João Schiavo,pe João Schiavo,beatificação,camisetas,estampa,recursos,fundos,venda,dinheiro / Agencia RBS

Graças à popularidade do padre João Schiavo, primeiro venerável da Serra a ser beatificado pela Igreja Católica, Caxias do Sul vai sediar, em outubro, um evento inédito na região. Há pelo menos quatro meses, fiéis se mobilizam para planejar ações e arrecadar verbas para custear a celebração que vai chancelar o título do religioso, aprovado pelo Vaticano em dezembro do ano passado. A data da festa está marcada, dia 28, mas ainda há indefinição do local.

Leia mais
Prefeito diz vice alegou que não gosta da vida pública
Vice-prefeito de Caxias diz que não teria problema em reconsiderar a renúncia
Secretário de Saúde de Caxias defende gestão compartilhada para abertura da UPA Zona Norte

Segundo os coordenadores do evento, as congregações das Irmãs Murialdinas de São José e dos Josefinos de Murialdo, e a Associação dos Amigos do Pe. João Schiavo, a primeira opção é os Pavilhões da Festa da Uva, espaço que comportaria as 50 mil pessoas que são esperadas, muitas delas de outros países. A dúvida existe em função do valor que pode ser cobrado para a locação da estrutura. O valor será acertado nos próximos dias.

Os organizadores ainda não trabalham com um montante a ser buscado para a realização da celebração, embora cogitem R$ 300 mil. Contra o tempo, campanhas, almoços e shows já estão sendo pensados para angariar fundos. Domingo, um almoço no salão paroquial da Igreja Nossa Senhora da Saúde, em Fazenda Souza, terá a renda revertida para a beatificação. Três peças esportivas autografadas pelo técnico Tite serão leiloadas na festa.

Foto: padre João Schiavo,pe João Schiavo,beatificação,camisetas,estampa,recursos,fundos,venda,dinheiro / Agencia RBS

Admiradora do padre Schiavo, Vanice Galiotto Dani, 66 anos, comercializa ingressos para a ocasião e ainda confecciona camisetas com a imagem do venerável para serem vendidas. A caxiense conheceu o religioso ainda adolescente, em Fazenda Souza, quando era interna de uma instituição que ele era diretor.

Comitiva em quatro países para divulgação

Os organizadores do evento de beatificação esperam que 50 mil pessoas estejam em Caxias em outubro para acompanhar a celebração de beatificação do padre Schiavo. Mas esse número ainda é uma primeira estimativa, já que moradores de outros estados, e também de outros países, muitos deles devotos que tiveram graças alcançadas em função da fé pelo religioso, confirmaram presença. A irmã caxiense Leda Borelli, que vive em Mendoza (Argentina) desde 1995, garante que pelo menos dois aviões, com mais de 160 josefinos e murialdinas, pousarão na Serra na data da festa. E esse número pode - e deve - aumentar ainda mais em função da grande divulgação da causa. 

Leia as últimas notícias do Pioneiro

Integrante da Comissão Central Pró-Beatificação, irmã Leda está viajando e convidando fiéis desde o ano passado a pedido da congregação. Somente nestes primeiros meses do ano, a equipe passou por Farroupilha, Flores da Cunha, Torres, Capão da Canoa e Xangri-la. Nesta semana, o destino foi o Chile; depois, São Paulo, Brasília e cidades do Equador entram na rota para arrecadar fiéis.

Para canonização, um longo caminho

— Foi exaustivo, parecia não ter fim, mas foi recompensador.

A fala transmite parte da felicidade do padre Orides Ballardin, 80, um dos responsáveis pela beatificação de João Schiavo. Ao lado da irmã Elisa Rigon e do padre Agostino Montan, foi encarregado da causa, iniciada em 25 de abril de 2001. Ajudou a separar documentos, ouviu pessoas que tiveram graças alcançadas, elaborou a história do venerável, intermediou encontros no Vaticano, e hoje ajuda a divulgar o evento de beatificação em Caxias. Ballardin é um dos maiores devotos de padre Schiavo e os momentos de convivência com o religioso, morto em 1967, seguem frescos na memória.

Foto: Roni Rigon / Agencia RBS

A popularidade do sacerdote foi ponto determinante para o sucesso na causa de beatificação, segundo Ballardin. O postulador da causa da beatificação adianta que o próximo passo para a titulação do padre Schiavo, segundo a igreja católica, é a canonização. Mas diz que ainda é cedo para começar a pensar nisso. Para ser canonizado, Ballardin explica, é preciso provar um segundo milagre e pagar 50 mil euros:

— Um passo de cada vez. A luta até aqui já foi árdua e custou pelo menos 100 mil euros.

Para auxiliar

* Neste domingo, um almoço está marcado para angariar fundos para o evento de beatificação. Será a partir das 11h30min, no salão paroquial da Igreja Nossa Senhora da Saúde, em Fazenda Souza. Os ingressos custam R$ 40 e R$ 20 (crianças), à venda com os festeiros. Informações pelo (54) 3267.1426.
* Camisetas com a imagem do padre Schiavo estão sendo vendidas na Confecções Dani, em Caxias, a R$ 22 (Rua Parteira Toscana, 840, próximo dos pavilhões da Festa da Uva). Informações pelo (54) 3211.2122.

A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros