Voluntários oferecem contação de histórias na Delegacia de Proteção à Criança, em Joinvillle - Geral - A Notícia

Vers?o mobile

 
 

Segurança08/12/2016 | 20h19Atualizada em 09/12/2016 | 15h24

Voluntários oferecem contação de histórias na Delegacia de Proteção à Criança, em Joinvillle

Apresentação ocorreu na tarde desta quinta-feira e promoveu a oportunidade dos policiais explicarem seu trabalho ao público

Voluntários oferecem contação de histórias na Delegacia de Proteção à Criança, em Joinvillle Arquivo Pessoal/Divulgação
Unidade da delegacia joinvilense busca a humanização do espaço Foto: Arquivo Pessoal / Divulgação

A Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso (DPCAMI) de Joinville realizou na tarde desta quinta-feira uma apresentação de contação de histórias para as crianças no prédio da unidade, na região central da cidade.

Em parceria com a Igreja Adventista, os voluntários fizeram a contação de histórias infantis durante cerca de uma hora e alegraram o dia das crianças — entre elas, algumas que já precisaram ser atendidas pela delegacia.

Durante a atividade, um policial também explicou qual o trabalho da Polícia Civil e salientou que o papel dela é estar disponível à população para ajudar. Para a festa das crianças, os pequenos puderam simular a prisão de voluntários, com o uso de algemas.

Segundo a delegada Tânia Harada, a DPCAMI atualmente conta com a ajuda de aproximadamente 20 voluntários, que participam de atividades constantes na delegacia, proporcionando um ambiente mais humanizado para acolher melhor as vítimas.

Além da contação de histórias, a delegacia conta com oficina de balé e empréstimo de livros. O espaço tem brinquedos para as crianças e um ambiente com quadros e paredes decoradas, como forma de tornar a experiência de ir à uma delegacia menos ameaçadora.

 
Exposição aberta até janeiro

Como parte das intervenções para humanização do ambiente da delegacia, a DPCAMI abriu nesta sexta-feira uma mostra da artista plástica Roseli Ritzmann. A exposição é aberta ao público e permanece até 30 de janeiro.

A delegacia ainda conta com mostra da artista Denise Schlikman e com intervenções realizadas em parceria com a Fundação Cultural de Joinville. O objetivo das exposições é amenizar o desconforto de ter que se fazer presente em uma delegacia, com a popularização da arte no ambiente da DPCAMI. 

A NOTÍCIA

Notícias Relacionadas

Violência doméstica 10/08/2015 | 15h37

Estudantes de psicologia oferecem atendimento gratuito a mulheres vítimas de violência em Joinville

Grupo de apoio acontece todas as quartas-feiras na Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso

Crime silencioso  29/06/2015 | 06h01

Meu filho foi vítima de abuso sexual, e agora?

Entenda como os pais devem se portar diante da descoberta desta violência dentro de casa, o que diz a lei e como denunciar o crime

Crime silencioso  27/06/2015 | 06h02

A cada dois dias uma criança é vítima de abuso sexual na região de Joinville

Em levantamento exclusivo para o jornal "A Notícia", delegacia especializada de Joinville revela dados assustadores sobre este crime

Violência  09/02/2015 | 06h03

Norte de SC tem 19 casos por dia de violência contra a mulher

17.560 casos foram registrados em oito cidades entre 2012 e o primeiro semestre de 2014

Segurança 09/02/2015 | 06h03

Você se reconhece em alguma dessas situações de violência contra a mulher?

Em alguns casos, depois que o agressor fragiliza a mulher, começam os abusos e a violência

 
A Notícia
Busca
Imprimir