Mary Bastian: Os enfeites de Natal - Geral - A Notícia

Versão mobile

Crônica28/11/2016 | 07h31

Mary Bastian: Os enfeites de Natal

"Bichos, nem pensei em colocar nenhum. Por falar nisso, alguém já viu num presépio figuras de cachorros e gatos?"

Mary Bastian
Mary Bastian

escritora

Faz anos que enfeito a casa para esperar o Natal. Sempre do mesmo jeito: árvore cheia de enfeites, presentes embaixo dela e aquelas coisas todas. E leio os cartões e mando cartões, todos sempre iguais, com as mesmas frases, o que já se tornou cansativo. Então, neste ano, quis mudar tudo, a começar pelos enfeites.

Mas uns natais atrás resolvi fazer uma releitura do presépio, para começar. Nada de manjedoura. Fiz de cerâmica uma Maria abraçada com o menino, com a cabecinha dele no ombro dela. José também esta lá de roupa nova. Tenho uma procissão de anjos com velas e um miniursinho de pelúcia, e com asas, lá em cima do telhado da casinha de madeira.

Bichos, nem pensei em colocar nenhum. Por falar nisso, alguém já viu num presépio figuras de cachorros e gatos? Só vacas, ovelhas, burros e camelos. Aproveitei e repaginei o Papai Noel, de gordo, barrigudo, para um Papai Noel esbelto, alto, simpático, com um saco de flores nas costas, e um duende gordo, barrigudo, com as orelhas guardadas sob o gorro e com um trevo-de-quatro-folhas nas mãos e no gorro. Também customizei as árvores de Natal. Fiz sete, ao todo, reciclando pinhas, guirlandas, armação de abajur, e as que fiz de cerâmica, mais uma que Julia me fez comprar e enfeitei como as antigas. Apesar de ser uma arvorezinha esquelética, depois de enfeitada, ficou razoável. Acho que ficou tudo muito interessante. Ainda aproveitando as coisas que tenho, usei a máquina de costura aposentada, para repaginar o local dos enfeites, todos à volta dela. E, por isso, intitulei meu recanto de “Canto de Natal da Vovó”.

Confira notícias de Joinville e região.

Na verdade, só está faltando surgir uma frase em forma de desejo para o fim de ano ser superlegal, mas parece que aquelas frases antigas, que todo mundo diz, não deixam surgir nada novo, diferente. Continuam as mesmas e vazias.

Escrevi isso para provar a mim e aos amigos que as palavras novas, como customizar, reciclar, repaginar e releitura não querem dizer nada diferente e que as coisas continuam as mesmas que se diziam com outras palavras. Ou seja, tudo pode ser reformado! Mas agora estou procurando inspiração para repaginar meus votos de feliz Natal e próspero Ano-novo para vocês.

A NOTÍCIA

 
 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaAcidente entre três veículos bloqueia trânsito na BR-280, em Araquari https://t.co/Zn9qoTxd98 https://t.co/5tLiPddq4Yhá 4 horas Retweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaDelegado deve concluir inquérito sobre chacina em Joinville em até 30 dias https://t.co/sZOLZeqvB0 https://t.co/dr9cGk1c9Chá 6 horas Retweet
  •  
A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros