Ventos fortes deixam rastro de destruição em Tubarão - Geral - A Notícia

Versão mobile

EFEITOS DO CLIMA17/10/2016 | 09h53Atualizada em 17/10/2016 | 12h23

Ventos fortes deixam rastro de destruição em Tubarão

Cidade teve outdoors derrubados e casas destelhadas com o vento

Ventos fortes deixam rastro de destruição em Tubarão Léo Munhoz / Agência RBS/Agência RBS
Telhado de galpão foi arrancado pela força do vento Foto: Léo Munhoz / Agência RBS / Agência RBS

A tempestade e ventos fortes que atingiram o Sul de Santa Catarina durante o domingo deixaram rastro de destruição por onde passou. Além de matar uma criança de sete anos após a queda de uma árvore em Tubarão, a tempestade de ontem destelhou casas, destruiu imóveis e interditou ruas da cidade.

Muitos outdoors e placas que ficam na beira estrada estavam caídos nesta manhã. João Bernardine, proprietário do posto de gasolina às margens da BR-101 foi um dos comerciantes que teve prejuízos com as chuvas. O estabelecimento em que administra perdeu parte do telhado com o vento da última noite.

— Nunca vi algo parecido na minha vida. O telhado era novo e ficou destruído. Estava em reforma, e ia reabrir o posto em novembro. Agora não sei mais quando consigo. O prejuízo deve ser de R$ 1,5 milhões — afirmou. 

Chuva e vento causam morte e destruição no Sul de Santa Catarina

Estrutura de posto de gasolina às margens da BR-101 foi comprometida Foto: Léo Munhoz / Agência RBS

De acordo com o Corpo de Bombeiros da cidade, apesar do cenário desolador, a maioria das ocorrências geradas nas últimas horas foram por destelhamento. Mesmo assim, devido o grande número de trabalho, o município recebeu reforço de profissionais de Criciúma e São José. 

 — A maior parte das ocorrências na cidade foram de destelhamento, corte de árvore, incêndio e limpeza — explicou o capitão Diogo Clarindo.

O aposentado e dono de um dos galpões atingidos em Tubarão, José Damian da Silva, afirmou nunca ter presenciado ventos tão fortes. Além da propriedade, seu Damian teve danos na residência. 

— Perdi tudo. Moro aqui em Tubarão há 40 anos e nunca vi um vento tão forte — afirmou. 

No bairro Humaitá, na rua Padre Geraldo Spettmann, próximo à rodoviária de Tubarão, um sobrado teve o telhado completamente arrancado com a força do vento. De acordo com a Defesa Civil, os ventos chegaram a 97 km/h no momento do vendaval. 

 Rua Padre Geraldo Spettmann, no bairro Humaitá, telhado de uma residência oi completamente arrancado.  Foto: Hyury Potter / Agência RBS

29 cidades de SC registram estragos provocados por ondas e ventos fortes

Caminhão que tombou na Ponte de Laguna será retirado

Foto: Léo Munhoz / Agência RBS

O caminhão com carga de eletrodomésticos que tombou na tarde deste domingo na Ponte de Laguna, no Sul de SC, será retirado da rodovia até às 13h desta segunda-feira. De acordo com informações, moradores da região tentaram saquear a carga que ficou presa dentro do veículo e a Polícia Militar foi chamada. Durante toda a madrugada, cones ajudavam na sinalização da rodovia. 

Veja o momento em que o veículo tomba na Ponte Anita Garibaldi


 
 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaTransformador de cinco toneladas cai de carreta e bloqueia BR-376 https://t.co/YUAK9VyoVWhá 6 horas Retweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaJoão Carlos Gonçalves é afastado do cargo da Câmara de Vereadores de Joinville https://t.co/UIXONjXnEjhá 10 horas Retweet
  •  
A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros