Defesa Civil de SC seguiu protocolo, mas moradores atingidos por tempestades criticam falta de aviso - Geral - A Notícia

Versão mobile

Estragos17/10/2016 | 15h29Atualizada em 17/10/2016 | 20h16

Defesa Civil de SC seguiu protocolo, mas moradores atingidos por tempestades criticam falta de aviso

Sequência de alertas foi publicada no site oficial do órgão no domingo 

Defesa Civil de SC seguiu protocolo, mas moradores atingidos por tempestades criticam falta de aviso Leo Munhoz/Agencia RBS
Supermercado em Tubarão teve o telhado arrancado pela força do vento Foto: Leo Munhoz / Agencia RBS

Surpreendidos pela força dos ventos no último domingo, moradores de algumas áreas atingidas no Sul de Santa Catarina reclamam que não receberam comunicado de alerta sobre as tempestades que estavam por vir. Em Tubarão, moradores e donos de empresas afetados pelo evento meteorológico criticaram a falta de orientação prévia sobre como agir. 

Tubarão foi a cidade mais atingida pelo temporal. Na tarde de domingo, uma criança de sete anos morreu após o veículo em que ela estava ser atingido por uma árvore. O secretário do Estado da Defesa Civil, Rodrigo Moratelli, diz que o radar de Lontras operava no domingo, embora em alguns momentos tenha havido "ruído" por excesso de usuários.

79,5 mil unidades da região Sul de Santa Catarina ficaram sem luz 

 O aparelho é o de maior cobertura do território estadual (78,41%) e abrange 192 municípios. A Defesa Civil, diz o secretário, emitiu um alerta em seu site. No entanto, poucos moradores têm o hábito de consultar avisos meteorológicos na página oficial do órgão. Em algumas regiões de Tubarão sequer há sinal de área para a telefonia móvel.

— Tivemos um aviso no site. Sobre alertas por SMS, ainda há resistência das operadoras. Também precisamos ter um sistema com os três radares operando para poder enviar um alerta com informação precisa. A expectativa é que isso fique pronto até maio de 2017, quando inaugurar o Centro Integrado de Gestão de Desastres Naturais — afirma.

A reportagem questionou a Defesa Civil se houve alguma emissão de alerta voltada a Araranguá e municípios vizinhos. Por meio da assessoria de imprensa, o órgão respondeu que os avisos "são emitidos via site, redes sociais e imprensa" e que as informações "também são direcionadas aos coordenadores regionais e municipais de proteção e defesa civil".

VÍDEO: Leandro Puchalski explica tsunami meteorológico
"O mar subiu e a onda veio", conta dona de restaurante em Araranguá 

No domingo, o boletim no site da Defesa Civil indicava "observação para chuva com descarga elétricas". Uma sequência de avisos foi publicada entre 15h45 e 18h41, incluindo previsões de rajadas de vento e temporais localizados com granizo:

"18h41min: Nas próximas 2 horas, risco de rajada de vento superior a 80 Km/h na Grande Florianópolis".

"18h11min: Nas próximas 2 horas, rajadas de vento superior a 80 Km/h no Litoral Sul de SC".

"17h55min: Nas próximas 2 horas, pancadas de chuva com descargas elétricas (raios) no Litoral Sul, Planalto Sul, Alto Vale e Grande Florianópolis. Risco de temporal localizado com granizo nessas regiões".

"15h45min: Nas próximas 2 horas, pancadas de chuva com descargas elétricas (raios) no Litoral Sul, Planalto Sul e Planalto Norte de SC, Risco de temporal localizado com granizo no Litoral Sul".

Radar do Oeste é esperado para 2017

Na última terça-feira, a Defesa Civil do Estado assinou o contrato com a empresa que vai construir a torre do futuro radar do Oeste. O prazo de execução é de 180 dias a partir da emissão da ordem de serviço. A torre será construída no loteamento Desbravador, em Chapecó, a 800 metros de altitude. 

Uma segunda empresa fabrica o equipamento. Só após a construção da edificação haverá condições de se instalar o radar, o que é previsto para o primeiro semestre de 2017. O futuro equipamento deve cobrir 43% do território do Estado, ou seja, 138 municípios catarinenses. 

Governador visita Sul e diz que usará fundo estadual para ajudar famílias


 
 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaRepórter é consolado por mãe de goleiro da Chape, dona Alaíde, morto em tragédia https://t.co/axGmaiv7Ehhá 9 horas Retweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaRT @jec_online: No peito pra sempre! Jogadores do #JECFutsal terão símbolo da Chape na camisa no jogo contra Jaraguá #forçaChape https://t.…há 9 horas Retweet
  •  
A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros