Como descobrir se o seu carro seminovo já foi batido - Geral - A Notícia

Vers?o mobile

 
 

Serviço16/09/2014 | 06h03

Como descobrir se o seu carro seminovo já foi batido

Reportagem denunciou irregularidade no Detran de SC que pode ter prejudicado consumidores

Como descobrir se o seu carro seminovo já foi batido Infografia AN/Agencia RBS
Infografia explica o que é um sinistro e quais as classificações de dano em um veículo acidentado Foto: Infografia AN / Agencia RBS

Descobrir se o veículo seminovo já foi batido não é uma tarefa fácil. A irregularidade denunciada pelo jornal "A Notícia" no Departamento Estadual de Trânsito de Santa Catarina (Detran-SC) mostra que os consumidores podem ter sérios prejuízos se não ficarem atentos.

Leia mais:
:: Detran de SC omite danos em veículos envolvidos em acidentes
:: Carro reformado é colocado à venda com preço 131% mais caro
:: Confira histórias de pessoas prejudicadas por omissão do Detran
:: Denúncia será avaliada por Denatran e MP
:: VÍDEO: Despachantes confirmam irregularidade
:: Denatran pede explicações ao Detran de SC sobre denúncia

Por quase três anos, o órgão teria deixado de cumprir a resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) que obriga os Detrans a informar o número do Certificado de Segurança Veicular (CSV) no campo de informação do documento mesmo após a transferência. Este número corresponde à vistoria de veículos recuperados de acidente aprovada pelo Inmetro.

Por isso, a reportagem procurou saber quais os caminhos para descobrir se o seu veículo ou o automóvel que pretende comprar já foi batido. Confira: 

1- O primeiro passo é verificar o campo de observações no documento. Preste atenção se há o registro do CSV acompanhado de um número. Com ele, você pode solicitar uma consulta na Ciretran e descobrir que tipo de restrição aquele código representa.

2- Caso não constem restrições no documento e você tenha dúvidas quanto a procedência, o caminho é apelar para as empresas privadas. A reportagem tentou consultar o histórico de um veículo sinistrado na Ciretran de Joinville, mas não conseguiu. Para pedir informações no órgão público, você precisa ser dono do veículo e preencher um requerimento.

3- A alternativa mais viável é procurar uma empresa de vistoria cautelar. Ela consiste em uma perícia detalhada do automóvel e custa a partir de R$ 150. Além da perícia, as empresas podem fazer uma consulta do histórico do veículo no sistema. Essa consulta traz informações de sinistro acompanhadas de fotos e custa em média R$ 30.

4- No site da Federação Nacional das Empresas de Seguros Privados e de Capitalização (Fenaseg) é possível fazer uma consulta superficial de sinistro informando a placa e o Renavam. No site do Detran-SC também é possível ter acesso a informações do veículo, mas, se não houver restrição no documento ela não estará disponível.

5- Pelo site do Sistema Nacional de Informações de Segurança  Pública (Sinesp) é possível checar se o carro já foi roubado. 

Sites que ajudam:

http://www.detran.sc.gov.br/
http://centraldeservicos.cnseg.org.br/ConsultaDetranDF
https://www.sinesp.gov.br
Aplicativo para celular: Sinesp Cidadão


:: ENTENDA ::

 


Despachantes confirmam irregularidade
Confira o vídeo:

A NOTÍCIA

Notícias Relacionadas

Exclusivo 16/09/2014 | 05h41

Denatran pede explicações ao Detran de SC sobre denúncia de irregularidade em transferência de veículos

OAB de Joinville diz que consumidores prejudicados podem entrar com ação contra o Estado

Exclusivo 14/09/2014 | 20h10

Denúncia de omissão de danos em veículos envolvidos em acidentes será avaliada por Denatran e MP

Reportagem do “AN” apurou que Detran descumpria resolução sobre transferência de carros

Exclusivo 13/09/2014 | 07h03

Carro reformado é colocado à venda com preço 131% mais caro em Joinville

Fiat Stilo, com placas de São Paulo, foi transferido para Santa Catarina de forma irregular

Denúncia 13/09/2014 | 07h03

Detran de Santa Catarina omite danos em veículos envolvidos em acidentes

Por quase três anos, carros acidentados comprados em outros Estados podem ter sido transferidos sem o registro de dano no documento

Denúncia 12/09/2014 | 23h40

Confira histórias de pessoas prejudicadas por omissão do Detran

Eles compraram carros com documentos que não apontavam danos causados por acidentes

 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaMorre Niki Lauda, ex-piloto da Fórmula-1 https://t.co/1jYI8l8HEUhá 18 minutosRetweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaAposta feita em Santa Catarina ganha R$ 3,1 milhões na Quina https://t.co/A38X5d8t26há 18 minutosRetweet
A Notícia
Busca