Versão mobile

Problema ambiental16/07/2013 | 18h43

Posto de combustíveis é fechado por suposta contaminação do solo em Joinville

Proprietário alega que vazamento ainda não foi confirmado

Enviar para um amigo
Posto de combustíveis é fechado por suposta contaminação do solo em Joinville Schirlei Alves/Agencia RBS
Posto de combustível no bairro Santa Catarina foi fechado no início da tarde Foto: Schirlei Alves / Agencia RBS

Um posto de combustíveis na rua Santa Catarina, no bairro de mesmo nome, foi fechado pela Fundação do Meio Ambiente (Fundema), na tarde desta terça-feira. De acordo com o presidente da Fundema, Aldo Borges, os combustíveis vendidos no Auto Posto JC Ltda. estavam contaminando o solo. O problema já havia sido detectado há cerca de dois anos.

 - Os líquidos combustíveis infiltraram no solo formando uma mancha de contaminação - explica.

Ainda segundo a Fundema, o posto já tem histórico de poluição e problemas com vazamento.

A empresa teria se comprometido com o órgão a descontaminar a área afetada, porém, o trabalho nunca teria sido iniciado. Para conseguir renovar a licença e retomar as atividades, os proprietários terão de adequar o estabelecimento às exigências da Fundema.

Aldo diz ainda que a empresa só conseguiu permanecer por tanto tempo em funcionamento amparada por uma liminar judicial que foi revogada no mês passado. A ação civil pública é de autoria da Promotoria do Meio Ambiente.

Após fechar as portas, os proprietários deixaram um recado aos clientes em um bilhete fixado na porta da conveniência do estabelecimento: "Caros clientes, estamos nos adequando ambientalmente, reabriremos em breve".

Contraponto

Segundo o proprietário do Auto Posto JC, Richard Brian Dias, a documentação necessária para renovar a licença ambiental foi providenciada 120 dias antes do vencimento, conforme exige a lei. Ele acrescenta que está apurando o motivo que levou o órgão a fechar o estabelecimento. Sobre a suposta contaminação, Richard informou que uma empresa já foi contratada para avaliar as condições do solo, porém nenhum vazamento foi detectado.

- Se existir contaminação, vamos remediar sem problema nenhum. Já tivemos três licenças validadas e nunca houve problema de contaminação do solo, argumenta.

Comentar esta matéria Comentários (0)

Esta matéria ainda não possui comentários

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaPapa Francisco pede o fim imediato das guerras no mundo: http://t.co/oScCDJ5AVe http://t.co/nOfXwlrC6Mhá 3 horas Retweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaDireitos e deveres do inquilino ao devolver um imóvel alugado: http://t.co/O3wukX7mqlhá 4 horas Retweet
clicRBS
Nova busca - outros