Paisagista observa que há muitos arbustos e arvoretas em Joinville - Meio Ambiente - Geral - A Notícia

Vers?o mobile

 
 

Pequeno porte19/09/2014 | 21h33

Paisagista observa que há muitos arbustos e arvoretas em Joinville

Jordi Castan afirma que é possivel tratar um arbustos como árvore, o que evita o crescimento desordenado que causa danos a calçadas e fiações elétricas

Paisagista observa que há muitos arbustos e arvoretas em Joinville Leo Munhoz/Agencia RBS
Nas áreas urbanas, a estremosa é uma das árvores de pequeno porte indicadas para o plantio Foto: Leo Munhoz / Agencia RBS

Tronco alongado, copa larga e altura elevada. Em geral, é assim que crianças e adultos definem as árvores. Só que em Joinville, as árvores plantadas em boa parte das vias públicas não passam de arbustos e arvoretas. É o que afirma o paisagista Jordi Castan.

Segundo ele, as árvores de pequeno porte são mais indicadas para serem plantadas nas áreas urbanas devido à fiação elétrica. Se o tronco for muito alto, certamente ele vai enroscar nos fios de energia e trazer problemas para os moradores.

Castan explica que esses arbustos também são tratados como árvores, têm seus galhos cortados e, consequentemente, os troncos aumentados. O paisagista cita o jacatirão, a pitangueira, o araçá e a aroeira-salsa como exemplos de arbustos que costumam ser confundidos com árvores nas cidades.

— As árvores de grande porte não podem ser colocadas embaixo de fiações elétricas. Por isso, os arbustos e as arvoretas são mais usados nas cidades — diz.

Com mais arbustos ganhando as vias públicas, algumas pessoas levam as árvores para dentro de casa. Assim como um bonsai, o paisagista explica que é possível criar e controlar o crescimento da planta em um ambiente fechado. Mas nem sempre é o ideal.

Um ipê, por exemplo, pode habitar um apartamento se tiver o crescimento limitado ao pé-direito do imóvel e não passar do 1,80 metro de altura. O ambiente pode ser fechado, mas precisa ter uma boa luminosidade.

— Como estamos falando de uma árvore, é importante que ela se desenvolva plenamente — destaca.

Segundo o especialista, uma árvore de grande porte precisa de 2,50 metros de tronco limpo, sem contar os galhos. No topo, ela terá de comportar uma galhada e ainda formar uma copa.

A NOTÍCIA

 

Siga A Notícia no Twitter

A Notícia
Busca