Diretora da Fundema defende que a arborização pública é imprescindível - Meio Ambiente - Geral - A Notícia

Vers?o mobile

 

Artigo19/09/2014 | 21h36

Diretora da Fundema defende que a arborização pública é imprescindível

Diretora da Fundema considera árvores de Joinville como atração da cidade, assim como as flores

Diretora da Fundema defende que a arborização pública é imprescindível Salmo Duarte/Agencia RBS
Raquel Migliorini esclarece como é feita arborização em Joinville Foto: Salmo Duarte / Agencia RBS

Raquel Migliorini de Mattos
Bióloga e diretora de meio ambiente da Fundema

Fundação do Meio Ambiente (Fundema) criou a portaria nº 07/2008, que estabelece as normas necessárias para a implantação da arborização em vias e áreas verdes de domínio público em Joinville. Ela estipula as espécies adequadas, o tamanho das mudas, tipos de calçadas, entre outras coisas.

Dados do Censo de 2010, do IBGE, mostram que 60% da população catarinense vivem nas cidades, enquanto a média no País chega a 75%. Para os moradores desses locais, a arborização pública é imprescindível para a qualidade de vida, exercendo um valor cultural determinante para o bem-estar coletivo.

Assim como temos a paixão por flores, com um evento grandioso todos os anos, devemos tornar a arborização de Joinville uma atração para moradores e visitantes de nossa cidade. Uma rua arborizada conta com 10% a 15% menos partículas em suspensão do que uma rua similar sem árvores.

Além disso, ocorre a redução de até 3ºC nesses locais, tornando por vezes desnecessário o uso de condicionadores de ar.

Ao planejarmos a arborização urbana, devemos levar em conta fatores relacionados ao ambiente em que as árvores serão plantadas, como a largura e o comprimento das vias, a presença de fiação aérea ou redes subterrâneas, placas, sinalização, semáforos, drenagens etc.

É necessário também conhecer os tipos de solos, a exigência de luz, de podas e de adubações, a resistência a pragas e adaptação das espécies escolhidas.

Arborizar adequadamente uma cidade, em outras palavras, significa diminuir a poluição sonora, aumentar a quantidade de sombras para carros e pedestres, reduzir o impacto da água de chuva, absorver parte dos raios solares, direcionar o vento e melhorar a paisagem urbana, trazendo um excelente efeito na saúde física e mental. As árvores também valorizam os imóveis pelo lado estético, melhoram a qualidade do ar que respiramos e permitem a convivência com a avifauna e a apreciação da flora.

Precisamos estimular essas práticas para termos um futuro melhor.

A NOTÍCIA

 

Siga A Notícia no Twitter

A Notícia
Busca