Polícia Civil fecha bingo clandestino na região Central de Joinville - A Notícia

Versão mobile

 

Fiscalização03/10/2018 | 15h52Atualizada em 03/10/2018 | 15h52

Polícia Civil fecha bingo clandestino na região Central de Joinville

No momento da ação, local estava com lotação máxima, com público formado principalmente por idosos

Polícia Civil fecha bingo clandestino na região Central de Joinville Polícia Civil/Divulgação
Foram apreendidos aparelhos, dinheiro e cartelas usadas para o jogo Foto: Polícia Civil / Divulgação
A Notícia
A Notícia

A Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da 5ª Delegacia de Polícia Civil de Joinville com apoio de policiais da 2ª Delegacia de Polícia, realizou o fechamento de um bingo nesta terça-feira, 2 de outubro. O local funcionava das 14 às 19h30, em um imóvel na rua Porto União, no bairro Anita Garibaldi, e teria sido aberto há cerca de três meses. 

No momento da abordagem, o bingo encontrava-se em sua lotação máxima, com um público formado principalmente por pessoas idosas. Foram apreendidos monitores, computadores, microfone e caixas de som, além de dinheiro, cartelas de bingo e outros materiais utilizados no jogo. 

Entenda:

Os bingos e jogos de azar, que começaram a ocorrer no Brasil por volta dos anos 1920, foram proibidos em 1941, pelo então presidente general Eurico Gaspar Dutra. Em 1993, a lei nº 8.672, conhecida como "Lei Zico", autorizou o retorno dos bingos realizados por entidades esportivas, com a finalidade exclusiva de angariar recursos para o fomento do desporto. 

A lei 9.615/98, chamada "Lei Pelé", autorizou os bingos em todo território nacional, com a proibição da entrada de menores de 18 anos nas salas e a instalação de qualquer outra modalidade de jogo, além de prever crimes para a exploração irregular e as fraudes no jogo.

Em 2000, o então presidente Fernando Henrique Cardoso revogou as autorizações para funcionamento dos bingos, respeitando as que estivessem em vigor até sua expiração definitiva em 31 de dezembro de 2001. 

Desde então, o bingo comercial é proibido no país. Ele consiste na arrecadação de dinheiro para fins particulares. São autorizados apenas os bingos beneficentes, sem fins lucrativos, desde que registrados na Caixa Econômica Federal. O Ministério Público e a Polícia Civil e Militar são responsáveis pela fiscalização e pela punição da realização deste tipo de jogo de azar. 

Os responsáveis pela realização do bingo podem responder por contravenção penal e terão de prestar serviços comunitários, ficando sujeitos a multas e prisão.




 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaFamília abriu mão de carro de coleção para pagar viagem para audição da Escola Bolshoi, em Joinville https://t.co/Ibeqh62m97 #LeianoANhá 27 minutosRetweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaMenina precisou superar morte do pai dez dias antes da seletiva para Escola Bolshoi, em Joinville https://t.co/hvrEXml9cf #LeianoANhá 57 minutosRetweet

Veja também

A Notícia
Busca