Preço da gasolina deve continuar a subir, diz representante do Sindipetro - A Notícia

Versão mobile

 

Aumento18/09/2018 | 06h34Atualizada em 18/09/2018 | 08h08

Preço da gasolina deve continuar a subir, diz representante do Sindipetro

Reinaldo Geraldi afirma que valores devem crescer se Petrobras continuar a reajustar os preços

Preço da gasolina deve continuar a subir, diz representante do Sindipetro Salmo Duarte/A Notícia
Preço mais alto encontrado em Joinville é de R$ 4,57 Foto: Salmo Duarte / A Notícia

Motorista joinvilenses estão sentindo no bolso o aumento do preço da gasolina ao longo dos últimos dois meses.  O valor do combustível saltou de R$ 4,02 para R$ 4,23 por litro nos últimos dois meses, o equivalente a reajuste de 5,2%. Os dados são da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

O representante do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo de Santa Catarina (Sindipetro), Reinaldo Francisco Geraldi, explica que o aumento da gasolina acontece por causa de reajustes da Petrobras e do etanol. Segundo ele, são dois fatores que têm impacto direto e que devem contribuir para mais crescimentos no preço da gasolina até o fim do ano.

— A tendência é a gasolina aumentar mais ainda se a Petrobras começar a reajustar mais os preços — garante.

Hoje, a política de preços da estatal se baseia nos valores do barril de petróleo no mercado internacional e na oscilação do dólar. Reinaldo conta que a Petrobras aumentou em 8% o valor da gasolina no acumulado do mês passado e, apenas na primeira quinzena de setembro, o preço teve alta de 5%. 

Gasolina sobe 7,4% nos últimos dois meses em Jaraguá do Sul

Segundo o representante do Sindipetro, as distribuidoras costumam repassar esses reajustes semanalmente e, na última entrega do combustível, a gasolina chegou R$ 0,06 mais cara.

— Alguns postos passam o valor de imediato e outros acabam segurando, mas vai de cada proprietário o repasse ao consumidor. Com certeza, ao longo da semana eles também vão reajustar — explica.

Reinaldo também salienta que o etanol corresponde a 27% da composição da gasolina e já começou a ter o preço reajustado por causa do fim da safra. No período entre safras, que continuará até março, os preços tem a tendência de crescer e, consequentemente, impactar no valor final da gasolina.

 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaOuro no Pan-Americano, Franck Caldeira foi o grande campeão da Corrida 62BI Joinville neste domingo https://t.co/j8FIdWG5o8 #LeianoANhá 10 horas Retweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaSaiba como foi o último dia da Bierville, neste domingo, em Joinville https://t.co/3N2rtpPzrN #LeianoANhá 10 horas Retweet

Veja também

A Notícia
Busca