Com obras atrasadas em mais de um ano, rua São Paulo não tem sinalização horizontal e abrigos de ônibus - A Notícia

Versão mobile

 

Infraestrutura10/07/2018 | 08h00Atualizada em 10/07/2018 | 08h00

Com obras atrasadas em mais de um ano, rua São Paulo não tem sinalização horizontal e abrigos de ônibus

Prazo do contrato com a empresa executora da revitalização foi prorrogado até setembro de 2018

Com obras atrasadas em mais de um ano, rua São Paulo não tem sinalização horizontal e abrigos de ônibus Salmo Duarte/A Notícia
Passageiros que esperam o ônibus não tem proteção contra a chuva na rua São Paulo Foto: Salmo Duarte / A Notícia

A obra de requalificação da rua São Paulo está atrasada em mais de um ano, e agora a Prefeitura pretende entregar a via pronta até o fim de 2018. Todas as melhorias tinham prazo para serem finalizadas seis meses após o início do trabalho, com previsão de conclusão para junho do ano passado. Segundo o município, houve demora de repasses de recursos por parte do governo federal. A obra tem investimento de R$ 5,1 milhões, financiados pela Caixa Econômica Federal, por meio do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2) – Mobilidade Médias Cidades. Em razão dos atrasos, o contrato com a empresa executora precisou ser prorrogado mais de uma vez e agora vai até setembro.

A intervenção acontece em trecho de 1,85 quilômetro, que vai do cruzamento da rua com a Monsenhor Gercino até a esquina com a Ministro Calógeras. A requalificação previa a pavimentação em concreto em frente aos abrigos de ônibus, faixas exclusivas para os coletivos, calçadas acessíveis com ciclovias compartilhadas, além de nova drenagem, novo projeto paisagístico e novas sinalizações horizontal e vertical.

Ainda falta ser feita toda a sinalização da via, que conta apenas com algumas placas antigas e faixas de pedestres pintadas em poucos cruzamentos. As demais faixas que existiam estão apagadas e quase não aparecem mais. O corredor de ônibus também não está demarcado. A Prefeitura informou que será necessário fazer uma última capa asfáltica na rua. Ela começou nesta segunda-feira, 9 de julho, e tem previsão de conclusão até 20 de julho, se o clima colaborar. Enquanto isso, uma das pistas da rua São Paulo ficará interditada. Quando o recapeamento for concluído, será definido quando ocorrerá a implantação da sinalização.

A instalação das ciclovias e dos abrigos de ônibus nos passeios também não foi realizada. Atualmente, as paradas são sinalizadas apenas por placas, e os usuários do transporte coletivo precisam usar guarda-chuvas para se protegerem em dias chuvosos. Segundo o município, os pontos de ônibus serão colocados durante o segundo semestre e a instalação das faixa para ciclistas nas calçadas serão feitas após avaliação técnica, no momento em que as obras forem finalizadas. Também será ligado um semáforo, que já foi instalado em frente a um supermercado. A Prefeitura aguarda a Celesc ligar a energia para que ele possa entrar em funcionamento. A expectativa é de começar a operar até o final de julho.

 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaSuspeito de matar pai e irmã está preso na delegacia por falta de vagas em presídios do Planalto Norte https://t.co/5k0VRiBfC6 #LeianoANhá 1 horaRetweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaDuas ruas têm o trânsito interditado para obras neste fim de semana em Joinville https://t.co/HkUmFgwUqy #LeianoANhá 1 horaRetweet

Veja também

A Notícia
Busca