Morro da Boa Vista tem concentração elevada de ciclistas em Joinville - A Notícia

Versão mobile

 

Mobilidade30/06/2018 | 12h12Atualizada em 30/06/2018 | 12h12

Morro da Boa Vista tem concentração elevada de ciclistas em Joinville

Trajeto de pouco mais de dois quilômetros fica na rua Pastor Guilherme Ráu, no Saguaçu

Morro da Boa Vista tem concentração elevada de ciclistas em Joinville Salmo Duarte/A Notícia
Local é utilizado tanto por profissionais quanto amadores do esporte Foto: Salmo Duarte / A Notícia

O Morro do Boa Vista é um dos exemplos na área urbana onde a concentração de ciclistas está elevada em Joinville. O trajeto de pouco mais de dois quilômetros fica na Rua Pastor Guilherme Ráu, no Saguaçu, que, sozinha, teve sete ações de resgate a ciclistas no ano passado pelo Corpo de Bombeiros, bem como outros dois desde janeiro. O local é utilizado tanto por profissionais quanto amadores do esporte.

Em um caso não notificado, presenciado pela reportagem do A Notícia em um final de semana, o fator decisivo para o acidente foi a alta velocidade na descida do Mirante. Na ocasião, o jovem estava sem capacete e perdeu o controle da bicicleta, colocando em risco sua integridade física e também a dos pedestres que faziam o percurso a pé. Por sorte, foi somente o susto.

Conforme Márcio Ricardo Kopp, que dirige o projeto Joinville Ciclismo, a discussão relacionada ao ponto turístico e à segurança dos ciclistas e da população que frequenta o local não vem de agora. Ele explica que o lugar serve para treinar subida, por ser mais seguro, mas muitos utilizam o espaço para praticar descida, mesmo sem terem experiência.

— Há, ainda, os que sobem empurrando a bicicleta e descem em alta velocidade, sem o uso de equipamentos de segurança. É um risco não só para eles, mas para quem está a pé fazendo exercícios — aponta.

Na opinião de Almir Antônio Krein, idealizador do Like Team Joinville, é preciso consciência dos ciclistas e respeito aos limites de velocidade impostos pelos agentes de trânsito, de até 20 km/h no morro. Segundo ele, os ciclistas que competem e precisam usar o espaço para treinar não podem ser penalizados por quem desrespeita o Código de Trânsito Brasileiro (CTB). No entanto, quando constatadas irregularidades como a falta de equipamentos e descidas acima do limite permitido é preciso ação de orientação e controle por parte dos órgãos de trânsito.

— Na descida do Mirante colocamos faixas pedindo respeito aos pedestres que estão subindo a pé, mas existem aqueles que descem a 40 km/h, 50 km/h e isso é extremamente perigoso. Não é preciso provar que é bom de corrida no morro, isso você faz em uma competição e, se for bom, sobe ao pódio e conquista uma medalha — defende.

 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaPolícia prende mais um suspeito de integrar quadrilha que assaltava casas em Joinville https://t.co/E1KTVP57oA #LeianoANhá 19 minutosRetweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaPolícia prende mais um suspeito de integrar quadrilha que assaltava casas em Joinville https://t.co/tizU1UfQBL #LeianoANhá 23 minutosRetweet

Veja também

A Notícia
Busca