Cerca de 90% dos postos de combustíveis estão sem gasolina em Joinville - A Notícia

Versão mobile

 

Manifestações25/05/2018 | 12h49Atualizada em 25/05/2018 | 12h49

Cerca de 90% dos postos de combustíveis estão sem gasolina em Joinville

 Informação do Sindipetro é que alguns estabelecimentos se mantêm aberto porque possuem outros tipos de combustíveis ou operam apenas com a loja de conveniência

Cerca de 90% dos postos de combustíveis estão sem gasolina em Joinville Salmo Duarte/A Notícia
Motoristas buscaram locais para abastecer, mas a maioria dos postos não possui mais gasolina Foto: Salmo Duarte / A Notícia
A Notícia
A Notícia

Aproximadamente 90% dos postos de combustíveis de Joinville estão sem gasolina comum. O levantamento foi realizado pelo Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo de Santa Catarina (Sindipetro) na manhã desta sexta-feira. A reportagem de "AN" entrou em contato com 22 unidades na cidade e somente três ainda possuíam o aditivo nas bombas. Como reflexo, poucos carros circulavam pelas ruas da cidade que geralmente são as mais movimentadas em horários de pico.   

A falta de gasolina nos postos é consequência da paralisação dos caminhoneiros, que chega ao quinto dia nesta sexta. Os caminhões das distribuidoras não estão conseguindo chegar até os estabelecimentos porque estão sendo retidos nos pontos de bloqueios das rodovias federais e estaduais do Norte de SC. Na manhã de quinta, pelo menos quatro postos da região Central já não tinham mais gasolina comum e aditivada. A situação agravou já que os manifestantes não aceitaram o acordo com o governo e mantiveram a greve.

 JOINVILLE,SC,BRASIL,25-05-2018.Falta de combustível e falta de mercadoria em mercados da cidade.Ruas vazias em Joinville.(Foto:Salmo Duarte/A Notícia)
Nesta manhã, poucos carros circulavam pelas ruas que geralmente são as mais movimentadas em horários de picoFoto: Salmo Duarte / A Notícia

Em um dos postos com gasolina, na rua 15 de novembro esquina com a Marechal Hermes, havia 800 litros de gasolina disponíveis para os clientes abastecerem nesta manhã.  A previsão do estabelecimento é que, até o início da tarde, acabasse o estoque. O gerente do posto, que não quis se identificar, tentou contato com três distribuidoras para garantir o abastecimento nesta tarde, mas não obteve sucesso. 

— Assim que acabar os combustíveis aqui e se não tiver confirmação do fornecedor, vamos dar folga para alguns funcionários — explica.  

Por ser um dos únicos estabelecimentos perto do Centro com gasolina, uma fila se formou no local. Por volta das 11 horas, cerca de 30 motoristas aguardavam para abastecer. Um dos clientes, Sergio Behling, 59 anos, disse que já sabia que naquele estabelecimento tinha combustível e não precisou procurar pela cidade. Apesar de ainda ter pouco mais de meio tanque, o homem resolveu completar com receio da escassez nos próximos dias. 

— Mesmo que cause um pouco de transtorno, eu sou à favor da greve. Porque o preço esta alto e tem ainda essas coisas que a gente vê nos jornais sobre a Petrobras. Eu acho que os caminhoneiros estão certos — afirma o senhor. 

Ainda conforme o Sindipetro, os revendedores que mantêm o estabelecimento aberto possuem apenas outros tipos de combustíveis (gasolina aditivada, etanol ou diesel) em menor quantidade ou operam apenas com a loja de conveniência. Diversos proprietários resolveram  dispensar os funcionários e manter o local fechado até o retorno do abastecimento. 

 JOINVILLE,SC,BRASIL,25-05-2018.Falta de combustível e falta de mercadoria em mercados da cidade.(Foto:Salmo Duarte/A Notícia)
Onde ainda havia gasolina, os motoristas formaram filas para abastecer na manhã desta sexta-feira Foto: Salmo Duarte / A Notícia

A base de distribuição em Guaramirim, responsável por abastecer quase 100% de Joinville, está bloqueada, não restando nenhuma rota para os caminhões chegarem até a cidade e demais municípios da região. O sindicato também informou que tanto o Sindipetro quantos os revendedores estão cientes que quando o abastecimento for retomado, levará alguns dias para que toda a situação seja normalizada.

PONTOS DE MANIFESTAÇÃO DOS CAMINHONEIROS – REGIÃO NORTE
- SC-416 – Itapoá, km 24,600;
- SC-417 – Garuva, km 10,800;
- SC-418 – Campo Alegre, km 46;
- BR-280 – Araquari em três pontos: km 21, km 50 e km 55;
- BR-280 – São Francisco do Sul, km 3;
- BR-280 – São Bento do Sul em dois pontos: km 122 e km 111;
- BR-280 – Rio Negrinho, km 136;
- BR-280 – Canoinhas em dois pontos: km 231 e km 235;
- BR-101 – Joinville, km 26;
- BR-101 – Araquari, km 75;
- BR-116 – Mafra, km 7;
- BR-116 – Papanduva, km 54;
- BR-116 – Santa Cecília, km 138. 

Leia mais:
Veja como ficam os serviços públicos de Joinville e região nesta sexta-feira por causa da greve
Greve dos caminhoneiros continua em 17 pontos na região Norte de SC
Governo e caminhoneiros chegam a acordo para suspender greve por 15 dias
Caminhoneiros continuam concentrados às margens da BR-101, em Joinville
Falta de combustíveis é o principal impacto da greve na rotina dos moradores de Joinville
AO VIVO: acompanhe a greve dos caminhoneiros em Santa Catarina  


 
A Notícia
Busca