Cerimônia nesta sexta-feira oficializa Udesc como Embaixada de Direitos Humanos - A Notícia

Versão mobile

 

Projeto11/04/2018 | 09h55Atualizada em 11/04/2018 | 09h55

Cerimônia nesta sexta-feira oficializa Udesc como Embaixada de Direitos Humanos

A universidade integra a organização desde o segundo semestre do ano passado, por meio do Grupo de Estudos em Políticas Educacionais e Sociais (Gepes)

Cerimônia nesta sexta-feira oficializa Udesc como Embaixada de Direitos Humanos /

 Será realizada nesta sexta-feira, 13, no Centro de Ciências Tecnológicas (CCT) da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) em Joinville, a cerimônia de instalação da Embaixada de Direitos Humanos ao Serviço da Humanidade, ligada ao Observatório Internacional de Direitos Humanos (OIDH).

A universidade integra a organização desde o segundo semestre do ano passado, por meio do Grupo de Estudos em Políticas Educacionais e Sociais (Gepes). O grupo é resultado de um projeto de extensão criado há cerca de 15 anos na Udesc Joinville. Com a missão de aproximar a universidade da comunidade, o Gepes debate sobre questões ligadas ao Estatuto da Criança e do Adolescente e busca a garantia de políticas públicas. 

Em parceria com o Grupo Regional de Articulação de Ações em Defesa dos Direitos das Crianças e dos Adolescentes (Gradcia), o Gepes reúne mensalmente os Conselhos Tutelares e de Direito de 16 municípios das regiões norte e nordeste de Santa Catariana, para articular e promover ações em benefício dos municípios.

Conforme a professora Jurema Iara Reis Belli, coordenadora do Gepes, a Udesc é a primeira Embaixada de Direitos Humanos do OIDH no Brasil e terá a missão de acolher todas as universidades da América Latina interessadas em compor os núcleos de estudo vinculados ao Observatório. 

- É um passo muito grande porque cada país tem uma universidade embaixadora e, no Brasil, a Udesc terá essa missão.

Segundo o presidente do OIDH, Luís Eduardo Afonso Andrade, a Udesc passa a integrar o Quadro de Mérito do OIDH junto a um vasto número de entidades de diferentes lugares do mundo, que têm, em comum, o objetivo de contribuir para a paz no mundo e o bem comum da humanidade. 

- Constitui para o OIDH uma honra ter uma representação desta natureza, nessa distinta universidade. Nossa intenção é que, com este protocolo, se venha contribuir para o bem comum, em prol de toda a humanidade - disse Andrade.

A cerimônia de instalação da Embaixada de Direitos Humanos na Udesc acontecerá no Auditório do Bloco F do CCT, às 14h. O evento contará com a presença do reitor, Marcus Tomasi, de prefeitos, conselheiros tutelares e de Direito das regiões norte e nordeste.



 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaConfira o obituário de 1, 2 e 3 de dezembro de 2018 https://t.co/PV6Lzm289T #LeianoANhá 8 diasRetweet

Veja também

A Notícia
Busca