Três pessoas morrem após queda de helicóptero em Joinville - A Notícia

Versão mobile

 

 

Acidente08/03/2018 | 16h21Atualizada em 09/03/2018 | 13h57

Três pessoas morrem após queda de helicóptero em Joinville

Acidente aconteceu por volta das 15h45 na zona Sul. Uma quarta vítima foi resgatada com vida

Um helicóptero caiu e três pessoas morreram por volta das 15h45 desta quinta-feira na  servidão Adenilda Roeder, no bairro Paranaguamirim, na zona Sul de Joinville. Segundo a 2ª Companhia de Aviação da Polícia Militar, uma quarta pessoa foi resgatada com vida pela equipe do helicóptero Águia e levada para o Hospital São José. A identidade das vítimas ainda não foi revelada.

As quatro vítimas do acidente estavam no helicóptero e ninguém foi atingido no solo. Segundo o comandante do 17º Batalhão da Polícia Militar, tenente-coronel Luís André Pena Viana de Oliveira, há informações de que a aeronave faz voos panorâmicos em um parque de diversões de Penha.

 Três pessoas morrem após queda de helicóptero em JoinvilleAcidente aconteceu por volta das 15h45 na zona Sul. Uma quarta vítima foi resgatada com vida
Foto: Salmo Duarte / A Notícia

Segundo a assessoria de imprensa do Parque Beto Carrero World, a aeronave realmente faz o taxiamento para os passeios panorâmicos do parque. De acordo com eles, o helicóptero deveria estar na rota normal disponível para fazer o passeio, mas não estava. Uma nota oficial deverá ser divulgada pela empresa ainda nesta quinta-feira.

Viana também afirmou que informações repassadas pelo grupamento aéreo da PM dão conta de que o helicóptero não deu conhecimento à torre de controle de Joinville sobre o sobrevoo realizado na cidade. Segundo ele, a partir de agora a Polícia Civil e o Instituto Geral de Perícias vão trabalhar no local para investigar as causas e circunstâncias do acidente.

— Não podemos afirmar que houve roubo ou sequestro (do helicóptero) porque compete a outros órgãos, que vão extrair informações do sobrevivente e contactar com o parque de Penha para saber como era esse voo — afirma Viana.

O tenente-coronel informou que foram encontradas no local duas armas de fogo - uma pistola e um revólver.  A região está sendo preservada pela PM para o trabalho de investigação da Polícia Civil e IGP. A PM também confirmou que o sobrevivente do acidente não era piloto ou co-piloto do helicóptero. Ele teria se jogado da aeronave antes dela colidir com o solo. 

Daniel da Silva, 18 anos, foi encaminhado para o Hospital São José. Segundo a unidade, ele está internado na sala de emergência com queimaduras de segundo e terceiro grau em membros superiores e inferiores - 15% do corpo aproximadamente. Ele está sedado para preservar as vias aéreas, que possivelmente sofreram queimaduras.

A Polícia Federal assumirá a investigação do caso. Uma equipe do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) está se deslocando de Porto Alegre para a cidade. Eles vão investigar as causas do acidente, como forma de prevenção para acidentes futuros. Segundo o Cenipa, o voo do helicóptero que caiu seria local. A decolagem teria ocorrido em Joinville e voltaria para o mesmo ponto. 

Por volta das 19 horas, a Polícia Civil confirmou a informação de que a aeronave foi sequestrada.
"Quando cheguei ao portão, o helicóptero já estava queimando", diz moradora que estava a cerca de 50 metros do acidente

 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaJEC/Krona derrota o Atlântico-RS e se mantém na liderança da Liga Nacional https://t.co/xFnO6JOcN4 #LeianoANhá 12 horas Retweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaNereu Martinelli confirma interesse de participar da JEC S.A. https://t.co/IFJ9XolK1d #LeianoANhá 13 horas Retweet

Veja também

A Notícia
Busca