Museu de Arte de Joinville vai receber jovens que cumprem medidas socioeducativas - A Notícia

Versão mobile

 

 

Museu de Arte de Joinville02/03/2018 | 14h08

Museu de Arte de Joinville vai receber jovens que cumprem medidas socioeducativas

Eles serão acompanhados pela equipe técnica do espaço e participarão de atividades rotineiras

Museu de Arte de Joinville vai receber jovens que cumprem medidas socioeducativas Divulgação/Divulgação
Foto: Divulgação / Divulgação

Dando ênfase à gestão de museu criativo que prioriza a aproximação e a integração com a comunidade, o Museu de Arte de Joinville (MAJ) vai oferecer atividades especiais a jovens que cumprem medidas socioeducativas.

A iniciativa da Prefeitura de Joinville, por meio da Secretaria de Cultura e Turismo (Secult), em parceria com a Secretaria de Ação Social (SAS), visa apresentar a esse público a cultura como fonte de conhecimento e ferramenta para o crescimento pessoal e profissional.

De acordo com a coordenadora do MAJ, Helga Tytlik, os jovens serão acompanhados pela equipe técnica do museu e irão participar de atividades rotineiras, como: monitoria, montagem e desmontagem de exposições, acompanhamento em projetos educativos, visitas escolares e manutenção do espaço. 

– Com esse trabalho, efetivamos nossa posição de museu criativo e cumprimos a nossa missão social como instituição. É uma forma de quebrar o paradigma de que um museu é, apenas, um espaço para fruição, salvaguarda e realização de projetos escolares – afirma Helga. 

Durante este ano, cerca de quinze jovens que cumprem medidas socioeducativas, com idade entre 12 e 18 anos, deverão ser atendidos pelo MAJ e receberão acompanhamento de uma equipe multidisciplinar da SAS, formada por assistente social, psicólogo, educador e pedagogo. 

– Essa parceria representa uma das primeiras ações fortes de transversalidade que realizamos, ajudando a solucionar muitos problemas – completa a coordenadora do MAJ. 

A integração entre diferentes entidades e a ampliação de oportunidades para jovens que cumprem medidas socioeducativas são soluções buscadas pela SAS, conforme explica a educadora social Silvana Cardoso.

– Queremos despertar aptidões, talentos, habilidades para que esses jovens sintam-se importantes à sociedade. Por isso, quanto mais convênios conseguirmos firmar com entidades, mais teremos oportunidades, melhor será – afirma Silvana. 



 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaPrograma de educação financeira é ampliado para todas as escolas de Joinville https://t.co/LH42GQzn77 #LeianoANhá 19 minutosRetweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaHomem sofre tentativa de assassinato após briga em Guaramirim https://t.co/A3GL7eKTh2 #LeianoANhá 2 horas Retweet

Veja também

A Notícia
Busca