Duas conquistas e uma luta dos joinvilenses que 'AN' se orgulha em abraçar - A Notícia

Versão mobile

 

AN 95 anos23/02/2018 | 21h10Atualizada em 23/02/2018 | 21h37

Duas conquistas e uma luta dos joinvilenses que 'AN' se orgulha em abraçar

Instalação do ILS no aeroporto, campanha 'Um Parque para Joinville' e duplicação da BR-280 são causas da comunidade que estampam as páginas do jornal

Duas conquistas e uma luta dos joinvilenses que 'AN' se orgulha em abraçar Rodrigo Philipps/Agencia RBS
Foto: Rodrigo Philipps / Agencia RBS

Entre outubro de 2009 e fevereiro de 2010, pelo menos 30 matérias foram publicadas em “A Notícia” sobre um assunto que incomodava os joinvilenses, principalmente a classe empresarial: a necessidade de ampliação da pista do Aeroporto de Joinville e a instalação do ILS, equipamento que ajuda a realizar pousos mesmo em dias de tempo ruim, como chuva e neblina. Elas eram publicadas com o selo “Mais Voos no Aeroporto de Joinville” e faziam parte de um acompanhamento diário das negociações do convênio entre a Prefeitura e a Infraero e a compra e instalação do ILS. Era o início de um período de cobranças que duraram até junho de 2014, quando o ILS finalmente começou a operar. 

O superintendente do Aeroporto de Joinville, Rones Rubens Heidemann, assumiu o cargo em 2010 e acompanhou esta movimentação pelos investimentos no terminal viário. Ele recorda que todos os passos foram observados e registrados pelo “AN”.

— Isso inclui melhorias como o novo terminal de passageiros, as desapropriações para ampliação do aeroporto, implantação do sistema ILS, grooving, sistema ELO, além de procedimentos de navegação aérea como o RNAV e o RNP AR. Trata-se de uma relação sempre muito honesta e leal — afirma.

A ampliação do terminal de cargas ainda aguarda licitação, mas a conquista do ILS e das outras melhorias geraram benefícios que foram reconhecidos mais tarde: em agosto, o “A Notícia” já informava que, com o equipamento, o Aeroporto de Joinville teve ganho operacional e ficou 69% mais eficaz.

— A homologação do sistema ILS marcou o início de uma nova era, conforme foi citado na matéria daquela época. Me recordo que o assunto foi tão importante que a capa do jornal chegou a ser alterada ao longo da edição — recorda Rones.  



 JOINVILLE,SC,BRASIL,27-10-2017.Joinville Que Queremos.Mobilização por um parque melhor na cidade.(Foto:Salmo Duarte/A Notícia)
Foto: Salmo Duarte / A Notícia

Um parque para Joinville

Em 2008, uma pesquisa feita com 22 mil joinvilenses pelo órgão municipal de planejamento urbano mostrou que a construção de parques na cidade era o terceiro item nas prioridades dos moradores. 

Ficava atrás apenas de saúde e educação, demandas que naturalmente figuram entre as principais necessidades. Diante deste resultado, o jornal “A Notícia” deu início à campanha Um Parque para Joinville, mostrando a importância da criação de áreas de lazer em uma cidade que, na época, já computava meio milhão de habitantes, PIB de R$ 10 bilhões e tantos lugares com espaço verde conservados. 

Quando “AN” levantou a bandeira pelos parques, a Prefeitura de Joinville já tinha oito parques em planejamento: o Parque da Cidade, no bairro Guanabara; o Parque das Águas, no América; o Morro da Boa Vista, com entrada pelo Saguaçu; o Morro do Amaral, na ilha de mesmo nome; o Kaesemodel, no Fátima; o Parque das Nascentes, no Costa e Silva; além da segunda etapa do Parque Caieira, no Adhemar Garcia; e da reestruturação do Morro do Finder, no Iririú. A partir destes projetos, “A Notícia” acompanhou a liberação do financiamento do Fundo Financeiro para Desenvolvimento da Bacia do Prata (Fonplata) e a utilização destes na construção e revitalização destas áreas.

Em matérias, entrevistas, listas e enquetes, o jornal apresentou os benefícios das áreas de lazer para a saúde, os critérios para um lugar ganhar título de parque, os sonhos dos joinvilenses, os exemplos de outras cidades e muitos outros conteúdos em defesa destas construções. Em 2011, quando o primeiro deles finalmente saiu do papel e o Parque da Cidade foi inaugurado, “AN” fez a contagem regressiva para o fim das obras, listou os motivos para a população cuidar bem do local e cobriu o primeiro fim de semana em que os joinvilenses puderam utilizar a estrutura. 

Nos anos seguintes, o Parque das Águas e o do Morro da Boa Vista também foram concluídos, e o Morro do Finder e Caieira receberam algumas obras, mas outros continuam apenas nos sonhos. “AN” continua cumprindo seu papel de fiscalizar a manutenção e conservação dos espaços já existentes e de apontar sugestões para melhorias. 



 ARAQUARI,SC,BRASIL,01-01-2018.Movimento na Br 280 trecho de Araquari.(Foto:Salmo Duarte/A Notícia)
Foto: Salmo Duarte / A Notícia

Pela BR-280 duplicada

Há pelo menos 20 anos, “A Notícia” acompanha um assunto reivindicado pela região Norte de Santa Catarina: a duplicação da BR-280. As questões de infraestrutura da rodovia federal, utilizada para escoamento da produção da região, acesso ao Porto de São Francisco do Sul e às cidades do litoral foram tema não só de reportagens especiais, mas são relembradas todos os dias, quando são monitorados os acidentes nas estradas e as negociações para o início das obras em matérias e colunas de política e economia. 

Em maio de 2008, “AN” estava presente quando, em um Painel RBS, a então ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, prometeu que a duplicação da rodovia estaria concluída até o fim de 2010. Desde então, a data é relembrada inúmeras vezes: três meses depois da promessa, em julho de 2008, o jornal noticiava que o projeto entrava na reta final; as matérias do Radar da Violência nas Estradas, em fevereiro de 2018, mostraram números e mais uma história de uma família fragilizada pela perda de um integrante em acidente na 280. Entre os dois momentos, capas e reportagens especiais recordam, a cada mês de maio, que as obras caminham a passos lentos e as pessoas continuam morrendo na rodovia. 

Em 2015, a reportagem especial “Sete Anos da Promessa”, contou o drama da mulher que perdeu uma filha de sete anos em um atropelamento na rodovia como um símbolo das consequências do atraso na duplicação. Ela foi publicada em cinco capítulos, ganhou página na internet, com produção multimídia, e acabou recebendo prêmios pela sua relevância.


 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaConfira o obituário de 1, 2 e 3 de dezembro de 2018 https://t.co/PV6Lzm289T #LeianoANhá 9 diasRetweet

Veja também

A Notícia
Busca