Último suspeito de ter participação direta na morte de PM é preso em Joinville - A Notícia

Versão mobile

Segurança24/09/2017 | 12h40Atualizada em 24/09/2017 | 16h54

Último suspeito de ter participação direta na morte de PM é preso em Joinville

A atuação do jovem foi indicada por outros três suspeitos detidos durante a investigação

Último suspeito de ter participação direta na morte de PM é preso em Joinville Maykon Lammerhirt/Grupo NSC
Morte de PM ocorreu dentro de um estabelecimento comercial na zona Sul de Joinville Foto: Maykon Lammerhirt / Grupo NSC
A Notícia
A Notícia

O último suspeito de ter participação direta na morte do policial militar Joacir Roberto Vieira foi preso na noite deste sábado em Joinville. Segundo informações da Delegacia de Homicídios (DH), o homem, de 21 anos, teria participado diretamente da execução do crime. Ele foi apontado pela DH como o condutor do primeiro carro utilizado durante a fuga.

A prisão ocorreu durante abordagem a veículo realizada pela Polícia Militar, no bairro Floresta, zona Sul da cidade. De acordo com o delegado Fabiano Silveira, responsável pelo caso, o prisão temporária do suspeito foi decretada em 15 de setembro e desde a data ele era monitorado pela polícia. O jovem saiu do sistema prisional há dois meses por crimes de furto e roubo. 

Ainda segundo o delegado, a atuação dele durante o assassinato do PM foi indicada por outro suspeito  preso durante a investigação.  O homem negou ter envolvimento no crime. Com esta detenção, todos os suspeitos de terem envolvimento direto na execução de Joacir estão presos. Rodrigo Ferreira de Lima, 23 anos, foi detido em 30 de agosto dentro de uma residência no bairro Nova Brasília, zona Oeste da cidade. Ainda de acordo com a DH, ele é suspeito de ser o autor direto do crime. 

 JOINVILLE,SC,BRASIL,31-08-2017.Policia apresenta presos que participaram da morte do Cabo Joacir Roberto Vieira.(Foto:Salmo Duarte/A Notícia)
As primeiras prisões dos suspeitos da morte do cabo Joacir ocorrem no final de agosto deste anoFoto: Salmo Duarte / A Notícia

Além dele, uma jovem de 21 anos também foi detida no Jardim Iririú. Ela negou ter participado do assassinato do policial. Entretanto, conforme investigação da DH, a jovem conduzia um segundo veículo utilizado durante a fuga. 

Outro suspeito, Jefferson Diego Padilha, 26 anos, foi preso em Cascavel, no Oeste paranaense, no final de agosto e transferido para Joinville em 14 de setembro. O homem é suspeito de ser o mandante do crime. Já André Felipe Pereira, de 20 anos, foi morto pela Polícia Militar após confronto em 5 de setembro, ele também foi apontado como suspeito na morte do cabo Joacir. Conforme o delegado Fabiano, o inquérito policial deve ser concluído nos próximos dias. 

Motivação do crime

A motivo, apontado por um dos suspeito, para a execução do cabo Joacir seria o pagamento de uma dívida que o suspeito possuía com a organização criminosa da qual faz parte. A 'missão' – de executar um agente de segurança pública - veio do comando da facção, porque ele teria assassinado duas pessoas sem autorização do grupo. Em setembro de 2016, o suspeito junto a outro homem, teria matado duas mulheres na estrada que dá acesso à Vigorelli em Joinville.

Leia também:
Comandante faz alerta a policiais militares sobre ataques criminosos

'É uma questão nacional, que tem ação do crime organizado', afirma Colombo sobre ataques a agentes


Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaContagem regressiva: veja como estão os 10 times do Campeonato Catarinense https://t.co/a9vTFxASaB #LeianoANhá 2 horas Retweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaSC tem o segundo maior percentual de aposentados e pensionistas do Brasil https://t.co/SY4r4HN35k #LeianoANhá 5 horas Retweet

Veja também

A Notícia
Busca