Dia D de vacinação contra a gripe mobiliza joinvilenses   - A Notícia

Versão mobile

Prevenção13/05/2017 | 12h14Atualizada em 13/05/2017 | 16h44

Dia D de vacinação contra a gripe mobiliza joinvilenses  

Todos os grupos prioritários poderão comparecer aos postos até as 17 horas

Dia D de vacinação contra a gripe mobiliza joinvilenses   Salmo Duarte/Agencia RBS
Lívia com os pais Meliane da Rocha Nunes e William Bremer Foto: Salmo Duarte / Agencia RBS

A pequena Lívia, de 2 anos, passou por uma dorzinha necessária na manhã deste sábado, em Joinville. Apesar do choro, não teve jeito: ela faz parte do grupo de risco e por isso os pais dela, Meliane da Rocha Nunes e William Bremer, levaram a menina até a Unidade Básica de Saúde do bairro Adhemar Garcia para ser vacinada contra a gripe. Ela e outros joinvilenses participaram do Dia D da 19ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza.

Leia as últimas notícias sobre Joinville e região no AN.com.br

A intenção do Dia D é proteger o maior número de pessoas dos grupos prioritários e aumentar a cobertura de imunização no Estado. Na unidade do Adhemar Garcia, duas salas preparadas para vacinação estavam movimentadas. Apesar do entra e sai, o movimento foi considerado razoável pelas enfermeiras do local.

— Muita gente já veio antes, desde o primeiro dia de campanha tivemos bastante movimentação —, diz a enfermeira Gabriela Santana Lemos.

Segundo ela, a maior procura pelas vacinas na UBS é de idosos e crianças.  A campanha começou em 17 de abril e segue até 26 deste mês. 

Foto: Salmo Duarte / Agencia RBS

A família de Cristiano Gonçalves Camilo também aderiu ao Dia D. Cristiano, que já tomou a vacina, trouxe a mulher e os filhos para se imunizarem.  A primeira a se vacinar foi Janaina Damasia Camilo, grávida de seis meses. Ela faz parte do grupo de gestantes, as que menos se vacinaram na cidade. Antes deste sábado, foram atingidos apenas 41% da meta para gestantes da Secretaria de Saúde. Depois dela, os filhos Gabriel e Patrick também foram para as salas de vacinação, que permanecem abertas até as 17 horas em todas as unidades de Joinville.

Até a as 16h40 deste sábado, 7.816 pessoas compareceram aos postos de saúde de Joinville. No total, Joinville chega a 61,15% a meta de imunização. 

Como é a vacina

A vacina contra a gripe possui três cepas, cada uma com imunização para um tipo de gripe, que são as com maior circulação no inverno anterior. Neste ano, as pessoas poderão ser vacinadas contra os vírus H1N1H3N2 e tipo B.

Além da vacinação, outros cuidados contra a gripe precisam ser mantidos para evitar a contaminação. É essencial lavar as mãos frequentemente, com água e sabão ou utilizar álcool gel, além de evitar tocar os olhos, boca e nariz após contato com essas superfícies. Ainda é importante ficar atento aos sintomas da doença, que são febre alta, calafrios, tosse, dor de cabeça, dor de garganta, cansaço e dores musculares.

Quem estiver com febre alta, tosse e falta de ar deve procurar uma unidade de saúde em até 48 horas. O tratamento precoce com medicamentos antivirais ajuda a evitar a evolução para formas mais graves que podem levar à internação e óbito.

Morte por gripe A

Joinville registrou a primeira morte por gripe A neste ano, aumentando para oito o número de óbitos em Santa Catarina. O falecimento de um homem de 65 anos foi confirmado na última quinta-feira pelo boletim epidemiológico da Secretaria de Saúde do município. Ele não havia se vacinado e ainda não há informações se era portador de doenças crônicas. Até e, sete casos foram registrados na cidade, sendo seis que tiveram alta e outro paciente que permanece internado. No ano passado, Joinville registrou dez mortes por causa da doença.



Público alvo

- Crianças de 6 meses a 4 anos, 11 meses e 29 dias.
- Gestantes (em qualquer momento da gestação)
- Puérperas (até 45 dias após o parto)
- Lactantes (amamentando integralmente até os 6 meses)
- Trabalhadores de serviços de saúde
- Pessoas com 60 ano ou mais
- População privada de liberdade e funcionários do sistema prisional
- Adolescentes de 12 a 21 anos sob medida sócio-protetiva
- Doentes crônicos
- Professores das redes pública e privada
- Outras pessoas que atuam em sala de aula

Documentos

- Documento com foto
- Carteira de vacinação
- Trabalhadores de serviços de saúde devem apresentar também carteira profissional ou crachá que comprove sua atividade
- Doentes crônicos devem apresentar a carteira de vacinação verde, caso já a tenham, ou diagnóstico ou receituário que comprove a doença
- Professores das redes pública e privada devem apresentar também crachá ou folha de pagamento que comprove a atividade
- Outras pessoas que atuam em sala de aula devem apresentar crachá e/ou declaração da instituição em que atua).

Confira a lista das unidades de saúde, com telefones e endereços.

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A Notícia"Estávamos no lugar errado, na hora errada", diz sobrinho de homem baleado pelo Bope em Piçarras https://t.co/5lzfE6s96j #LeianoANhá 2 horas Retweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaDiretoria do JEC confirma permanência do artilheiro da equipe https://t.co/Defov0DxMS #LeianoANhá 7 horas Retweet

Veja também

A Notícia
Busca