Restaurante Popular do Bucarein já tem data para reabertura  - A Notícia

Versão mobile

Cidade19/04/2017 | 13h37Atualizada em 19/04/2017 | 13h54

Restaurante Popular do Bucarein já tem data para reabertura 

Estabelecimento voltará a atender no dia 24 de abril

Restaurante Popular do Bucarein já tem data para reabertura  Rogerio da Silva/Divugação/Prefeitura
Expectativa de atendimento inicial é de 550 refeições ao dia. Foto: Rogerio da Silva/Divugação / Prefeitura
A Notícia
A Notícia


Restaurante Popular 1 Herbert de Souza, localizado na rua Urussanga, 442, no Bucarein, voltará a atender no dia 24 de abril.  O investimento foi de R$ 671.759,80. Destes, R$ 627.439,58 vieram de convênio com a União e R$ 44.320,22 da contrapartida do município. 


Leia as últimas notícias

As mudanças incluem substituição do piso de concreto queimado por piso de porcelana, construção de lixeira adequada ao padrão da Vigilância Sanitária, revisão das instalações hidráulicas e elétricas e reparos no telhado. Em relação aos equipamentos, foram incluídos uma câmara de congelamento com maior capacidade, liberando as duas menores para serem usadas apenas para resfriamento. 

Do valor total, R$ 228.944,78 foram destinados à obra de reforma e adequação da área de 749,39 m2, e R$ 398.494,80 foram utilizados na compra de utensílios, eletrodomésticos e em equipamento de informática.

Além disso, a Prefeitura de Joinville repassou mais R$ 41.440 para a Associação Alimentar e Nutricional de Joinville (ASANJ) para a execução da manutenção de equipamentos que estavam parados, limpeza da unidade, além da aquisição de itens menores listados no check-list para reabertura da unidade.

Como novidade, foi implantada uma Cozinha Experimental no local, equipada para ministrar cursos de capacitação em culinária, tanto para as equipes dos restaurantes como para serviços da prefeitura e entidades.

A expectativa de atendimento inicial é de 550 refeições ao dia. Com funcionamento de segundas as sextas-feiras, das 11 às 14 horas, são oferecidas refeições a preços acessíveis, no valor de R$ 1, R$ 2 e R$ 5. Qualquer pessoa pode frequentar o restaurante, mas a prioridade é para grupos sociais em situação de insegurança alimentar e nutricional, ou em vulnerabilidade social. A identificação é por meio do Cadastro Único para Programas Sociais.  O escalonamento de preços leva em consideração a renda per capita dos usuários. 

O cardápio inclui arroz, feijão, um tipo de proteína (carne bovina, frango, suína ou ovos), uma guarnição, duas saladas, suco natural (polpa) ou uma fruta. 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaNovo pátio começa a receber veículos em Jaraguá do Sul https://t.co/QxYyPh5Liu #LeianoANhá 1 horaRetweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaCasal é preso por tráfico de drogas em rodoviária de Jaraguá do Sul https://t.co/t4bujWXEWp #LeianoANhá 1 horaRetweet

Veja também

A Notícia
Busca