Pacientes do Hospital Infantil de Joinville recebem visita inesperada - A Notícia

Versão mobile

Voluntariado14/04/2017 | 07h30Atualizada em 14/04/2017 | 08h25

Pacientes do Hospital Infantil de Joinville recebem visita inesperada

Ação levou kits de doces, com direito a Coelhinho da Páscoa na entrega, para crianças internadas na instituição

Pacientes do Hospital Infantil de Joinville recebem visita inesperada Maykon Lammerhirt/Agencia RBS
Felipe estava dormindo quando a coelhinha chegou para visitá-lo Foto: Maykon Lammerhirt / Agencia RBS

Coelho da Páscoa, que trazes para eles? Um sorriso, dois sorrisos, 99 sorrisos assim, de alegria, como o do pequeno Vinicius de Souza dos Passos, internado no Hospital Infantil Dr. Jeser Amarante Faria. O motivo da alegria? Gratidão. O menino, de apenas 11 meses, é uma das quase cem crianças e adolescentes, que receberam chocolates doados por moradores de Joinville aos pacientes do hospital. 

Foto: Maykon Lammerhirt / Agencia RBS





A iniciativa, que já se tornou um hábito dos joinvilenses, busca tornar a Páscoa daqueles que estão hospitalizados, mais doce e feliz. Cada paciente recebeu uma cesta de chocolates. Os kits foram montados com as guloseimas coletadas com doações espontâneas feitas na recepção da unidade. Funcionários do setor de Ações Sociais fizeram a entrega dos kits na tarde desta quinta-feira nas oito alas de internação, além das UTIs.

Os itens foram distribuídos com a ajuda especial de uma "Coelhinha da Páscoa¿, que além dos doces levou emoção, diversão, e música para os pacientes e seus familiares. A reação do Vinicius ao ver a coelha surpreendeu os pais, Allan e Jéssica Passos. Mesmo sem entender o significado da Páscoa, ele foi um dos mais empolgados com a presença da mascote.

Internado desde terça-feira para tratar uma pneumonia, vai passar o domingo no hospital com os pais, mas a família acredita que ele receba alta a partir da semana que vem. Marilza Rosa Aureliano, mãe do paciente William Siewert, de 15 anos, se emocionou com a entrega dos kits. O adolescente está em tratamento contra um tumor no peito, descoberto há poucos dias.

– Esse acolhimento que tivemos é muito bom para a recuperação dele. Esse gesto faz com que as famílias que estão aqui se sintam importantes, mais felizes – diz.

 Vinicius de Souza dos Passos e a mãe Jéssica de Souza dos Passos recebem a visita da coelhinha Foto: Maykon Lammerhirt / Agencia RBS


Um cuidado a mais

De acordo com Thiago Boeing, assessor do Hospital Infantil, com a distribuição dos kits houve uma preocupação nutricional com a alimentação dos pacientes. As nutricionistas do hospital prepararam cardápios equilibrados para cada um dos pacientes, já prevendo o consumo dos chocolates. 

Crianças em jejum no momento da entrega, como foi o caso do paciente Kenedy Alves Maia, de quatro anos, recebem o kit posteriormente. Há ainda a substituição dos chocolates por outro presente caso a criança seja diabética ou possua restrições.

Mãe de Kenedy, a dona de casa Maria de Fátima Alves conta que veio de Três Barras para Joinville em busca de tratamento para o filho. O menino está com um câncer no rim esquerdo, descoberto há três dias. Segundo ela, intervenções como essas acabam ajudando os dois a enfrentarem a distância de casa.

– Ele está tristinho hoje, com dor e poderá comer os chocolates somente depois dos exames, mas o que eles fizeram é um incentivo a mais para que ele e os outros pacientes tenham mais força para enfrentar a doença – relata.

Para a psicóloga Ana Karina Diener, que trabalha no Infantil, ações como a de ontem ajudam a tornar a estadia do paciente mais leve.

– Elas tornam o ambiente mais acolhedor e faz com que o paciente vivencie momentos de descontração. Também possibilitam que ele tire o foco de não estar em casa com a família, seja brincando, seja participando de atividades que humanizam o hospital – explica.

Esse é o caso de Felipe Paches, de cinco anos, que luta contra uma leucemia linfoide aguda. Para a mãe dele, Cleusa Walatcke, o cuidado da equipe médica reflete na recuperação do filho.

– Isso para mim é importante porque eu e ele ficamos uma semana aqui e uma semana em casa, então, acaba que formamos uma família, desde a equipe médica, as enfermeiras, os pacientes e os pais.

Ela acredita que o filho conseguirá alta no final de semana para passar a Páscoa, em casa, junto dos irmãos.

— O Felipe estava dormindo e quando a coelha entrou no quarto ele despertou e foi bom ver essa alegria no rosto dele – relata.

 
 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaBuraco na avenida Paulo Schroeder, em Joinville, aumenta desde janeiro https://t.co/6E06MZJ9ky #LeianoANhá 2 minutosRetweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaSecretaria de Segurança muda para nova sede em Florianópolis https://t.co/V8UPUwMSDU #LeianoANhá 1 horaRetweet

Veja também

A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros