Temporal destelha parte da cobertura do Kartódromo Internacional de Joinville - A Notícia

Versão mobile

Clima16/03/2017 | 19h36

Temporal destelha parte da cobertura do Kartódromo Internacional de Joinville

Vento forte também causou a queda de uma árvore na rua Adolfo da Veiga, na zona Sul

Temporal destelha parte da cobertura do Kartódromo Internacional de Joinville Maykon Lammerhirt/Agencia RBS
Cobertura de telhas e placas de alumínio de um depósito no Kartódromo foi arrancada pelo vento forte Foto: Maykon Lammerhirt / Agencia RBS

O temporal que atingiu Joinville na tarde desta quinta-feira destelhou parte da estrutura do Kartódromo Internacional, no Distrito Industrial Norte, e causou a queda de uma árvore na rua Adolfo da Veiga, no bairro Boehmerwaldt, na zona Sul.

Leia as últimas notícias sobre Joinville e região no AN.com.br

Na zona Norte, a cobertura de telhas e placas de alumínio de um depósito no Kartódromo foi arrancada pelo vento forte. Os destroços caíram sobre a rua Dorothovio do Nascimento, deixando o trânsito lento na região.

Ninguém se feriu no destelhamento. Segundo a Defesa Civil, foi solicitado para que a armação da cobertura seja desmontada nesta sexta-feira porque há riscos de queda.

O temporal também derrubou uma árvore na rua Adolfo da Veiga. Ela caiu sobre a pista e bloqueou a passagem de veículos até a retirada. Ninguém se feriu na ocorrência.

A Defesa Civil não registrou casos de alagamentos nesta quinta-feira. De acordo com o órgão, há possibilidade de chuvas fortes no fim de semana. Em caso de temporais, os joinvilenses devem estar atentos aos perigos de tempestades com descargas elétricas, enxurradas e alagamentos.

O temporal ainda causou a queda de energia em bairros da zona Norte. No início da noite, quase 3.500 unidades consumidoras estavam com o abastecimento interrompido nos bairros Jardim Paraíso, Vila Cubatão e Zona Industrial Norte, além do Distrito de Pirabeiraba.

Recomendações da Defesa Civil:

Tempestades com descargas elétricas (raios), ventos fortes e granizo:
proteja-se em local abrigado, longe de placas, de árvores, de postes de energia e de objetos que podem ser arremessados. Se não encontrar um abrigo, agache-se com os pés juntos, com a cabeça encostada em seu peito ou entre os joelhos e as mãos cobrindo suas orelhas ou apoiadas em seus joelhos. Se estiver na praia, jamais fique na água. Não olhe para o raio. Se estiver em casa ou qualquer outro local abrigado, desligue os aparelhos eletrônicos, não use o telefone, fique longe das janelas e lembre-se, o banheiro em alvenaria é o melhor local durante uma tempestade.

Enxurradas: não fique próximo às margens de rios e ribeirões, principalmente em regiões de relevo acentuado, montanhoso e pequenos vales, pois muitas vezes há temporais intensos sobre os topos e cabeceiras, gerando repentinamente grande quantidade de água num curto espaço de tempo. Este tipo de evento adverso apresenta grande poder destrutivo, podendo arrastar veículos, pessoas, animais e mobílias por vários quilômetros. A força das águas pode ainda provocar o rolamento de blocos de pedras, arrancar árvores, destruir edificações e causar deslizamentos de terra nas margens.

Alagamentos: evitar o contato com as águas e não dirigir em lugares alagados. Evitar transitar em pontilhões e pontes submersas e cuidado com crianças próximas de rios e ribeirões.

A NOTÍCIA

 
 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaHomem mata a mulher dentro de casa em Itajaí https://t.co/GRk1RbYI43 #LeianoANhá 1 horaRetweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaCâmara de Joinville faz audiência para discutir dez projetos de datas comemorativas   https://t.co/fVPB0gROvY #LeianoANhá 2 horas Retweet

Veja também

A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros