257 alunos de Joinville começam nesta quarta a cursar o ensino médio integral - A Notícia

Versão mobile

Educação15/02/2017 | 09h22

257 alunos de Joinville começam nesta quarta a cursar o ensino médio integral

Das 39 escolas estaduais joinvilenses, três optaram por participar da proposta

257 alunos de Joinville começam nesta quarta a cursar o ensino médio integral  Maykon Lammerhirt/Agencia RBS
Com 15 anos, Bruna estuda na Escola Annes Gualberto, em Joinville, e terá foco total nos estudos Foto: Maykon Lammerhirt / Agencia RBS

Nos planos de Bruna dos Santos, 15 anos, para 2017, estavam começar o ensino médio, fazer matrícula em algum curso no contraturno e procurar emprego em uma pet shop, como forma de desenvolver relacionamento e experiência na área de conhecimento que mais gosta.

O planejamento não era muito diferente da maioria de seus colegas na Escola de Educação Básica Engenheiro Annes Gualberto, no bairro Iririú. No entanto, o foco dela neste ano mudou e será direcionado a viver a experiência do primeiro ano do ensino médio integral em Santa Catarina, da mesma forma que outros 256 estudantes de Joinville.

Leia as últimas notícias de Joinville e região

Nos planos de Bruna dos Santos, 15 anos, para 2017, estavam começar o ensino médio, fazer matrícula em algum curso no contraturno e procurar emprego em uma pet shop, como forma de desenvolver relacionamento e experiência na área de conhecimento que mais gosta. O planejamento não era muito diferente da maioria de seus colegas na Escola de Educação Básica Engenheiro Annes Gualberto, no bairro Iririú. No entanto, o foco dela neste ano mudou e será direcionado a viver a experiência do primeiro ano do ensino médio integral em Santa Catarina, da mesma forma que outros 256 estudantes de Joinville.

A partir de hoje, eles passarão cerca de nove horas e meia dedicados à escola. O projeto é novo e regional, oferecido pelo governo de Santa Catarina em parceria com o Instituto Ayrton Senna e o Instituto Natura, e, neste ano, será aplicado em 16 escolas da rede no Estado.

Na Escola Annes Gualberto, há 85 alunos matriculados, formando três turmas de primeiro ano no turno integral. Eles retomam o período letivo hoje, enquanto os outros alunos já voltaram na segunda-feira. Apesar de Bruna não ter se empolgado ao saber que a escola em que ela estuda desde a primeira série se tornaria-se integral não quisesse cursar o programa, teria que optar entre fazer o ensino médio noturno ou mudar de escola –, a menina agora pensa na preparação para a vida acadêmica que pode receber.

– Achei que seria uma boa oportunidade e uma forma de preparação para a universidade – afirma ela.

Segundo a diretora, Célia Stoll, um dos objetivos do ensino médio integral é fazer com que os adolescentes tenham foco completo na educação. Da mesma forma que estava nos planos de Bruna, é comum que os estudantes queiram trabalhar – seja por vontade de começar a criar currículo ou por necessidades financeiras da família –, mas, quando possível, é mais importante para a formação que eles passem mais tempo dedicados à escola do que ao mercado de trabalho neste período da vida.

– Há alunos que trabalham até tarde e, por isso, no dia seguinte, não conseguem ter o mesmo desempenho – lamenta.

A proposta do ensino médio integral foi apresentada no ano passado à comunidade escolar, e cabia a cada unidade de ensino decidir se a aplicaria em 2017. Das 39 escolas estaduais joinvilenses, três optaram por participar no momento em que a realização ocorre quase como um projeto-piloto: além da Annes Gualberto, as escolas Senador Rodrigo Lobo, no bairro Jardim Sofia; e Presidente Médici, no Boa Vista, também oferecerão o período integral.

– Reunimos o conselho deliberativo da Associação de Pais e Professores e os professores. No início, eles ficaram meio indecisos, mas decidiram aceitar o desafio – conta a diretora da Annes Gualberto, Célia Stoll.

Para isso, os professores passam por capacitação desde janeiro, com preparação para dar início às matérias novas da matriz curricular. Além das disciplinas tradicionais e das aulas de línguas estrangeiras – uma obrigatória e outra optativa –, os alunos terão o acréscimo do núcleo articulador ao dia a dia. Três matérias fazem parte dele: Projetos de Vida (na qual trabalharão o planejamento da vida acadêmica e da carreira profissional); Projetos de Intervenção e Pesquisa (na qual, por meio de estudos e iniciativas, serão incentivados a produzir mudanças na comunidade em que vivem); e estudos orientados (como em um grupo de estudos, serão acompanhados por um professor para desenvolver técnicas de estudo e desenvolver a organização e concentração no aprendizado).

Com a reforma do ensino médio do governo federal, que pretende ampliar a carga horária progressivamente até chegar a sete horas diárias, as escolas de Santa Catarina adiantam este processo, adaptando a estrutura para receber estas aulas extras e garantir o conforto dos estudantes. Além de receberem dois lanches e o almoço, o que modificou o sistema das merendeiras, as escolas devem receber modificações para possuírem centro de convivência, salas multiúso e quadras esportivas equipadas. Na Annes Gualberto, a primeira mudança é a climatização das salas de aula e a compra de armários para que os alunos não precisem carregar todo o material escolar durante o dia.

A NOTÍCIA

Notícias Relacionadas

Educação 13/02/2017 | 14h03

Aulas na rede estadual começam para 26 mil alunos em Joinville

Escola de Educação Básica Osvaldo Aranha ficou alagada e teve que adiar início das aulas

Moacir Pereira 13/02/2017 | 13h

Novo ano letivo na rede estadual começa com inovações em SC

Marcada para esta segunda-feira a abertura oficial do novo ano letivo na rede estadual pública de ensino. Mobilizará mais de 530 mil alunos e 30 mil professores

Educação 13/02/2017 | 06h51

Ano letivo da rede estadual começa nesta segunda com cinco desafios importantes para o governo 

Implantação do modelo de ensino médio integral e a aplicação da Prova Brasil, um dos principais indicadores do Ideb, são alguns deles

Educação 06/02/2017 | 11h49

Alunos da rede municipal voltam às aulas em Joinville

De acordo com a Prefeitura, há 63.300 alunos matriculados nos ensinos fundamental e infantil

Ensino médio integral 23/11/2016 | 07h13

Alunos de três escolas de Joinville terão nova rotina a partir do ano que vem

Presidente Médici, no bairro Boa Vista; Senador Rodrigo Lobo, no Jardim Sofia; e Annes Gualberto, no Iririú, vão oferecer 120 vagas cada

Educação 20/10/2016 | 18h16

Alunos de escolas estaduais de Joinville e São Francisco do Sul serão transferidos

Remanejamento será feito com estudantes do ensino médio do período noturno

 
 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaHumoristas de Joinville participam de concurso de stand up nesta terça-feira https://t.co/QdIApoiFkB #LeianoANhá 3 horas Retweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaPai e filho são detidos por porte ilegal de armas em Jaraguá do Sul https://t.co/ftXCM7iknq #LeianoANhá 5 horas Retweet

Veja também

A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros