Obras alteram rotina na rua Otto Boehm em Joinville - A Notícia

Versão mobile

Trânsito13/10/2016 | 16h43

Obras alteram rotina na rua Otto Boehm em Joinville

Trecho da via está interditado para serviços de macrodrenagem do rio Mathias

Obras alteram rotina na rua Otto Boehm em Joinville  Maykon Lammerhirt/Agencia RBS
Entre as ruas Aquidaban e Expedicionário Holz será permitido apenas o tráfego de veículos de moradores e comerciantes. Foto: Maykon Lammerhirt / Agencia RBS

Mesmo com chuva, as obras para implantação do projeto de macrodrenagem do rio Mathias começaram na manhã desta quinta-feira na rua Otto Boehm, no Centro de Joinville. Por causa do serviço, a Secretaria de Infraestrutura Urbana (Seinfra) teve que interditar um trecho da rua, que deve ficar assim por cerca de 60 dias.

De acordo com o diretor-executivo da Seinfra, Paulo Renato, mesmo em dias de chuva, alguns serviços poderão ser executados. Nesta quinta, por exemplo, os tapumes de proteção começaram a ser instalados no local, separando pedestres das máquinas e caminhões. O que não dá para ser feito em dias chuvosos é a escavação. Paulo Renato garante que durante a obra os acessos aos imóveis serão preservados.

Leia as últimas notícias de Joinville e região

— O Detrans está controlando o trânsito e a população tem que ter paciência, pois é uma obra que vai beneficiar a cidade toda — afirma Paulo, responsável pela execução das obras.

O trânsito foi bloqueado totalmente na esquina da rua Otto Boehm com a Fernando de Noronha. Com a interdição, os motoristas que trafegam pela rua Expedicionário Holz não conseguem acessar a rua Otto Boehm. Entre as ruas Aquidaban e Expedicionário Holz será permitido apenas o tráfego de veículos de moradores e comerciantes.

A rua Otto Boehm será “rasgada” em seu eixo central para implantação dos módulos pré-moldados. A galeria terá quatro metros de largura por dois metros de profundidade. Recentemente, cerca de 150 metros da rua Fernando de Noronha receberam uma galeria de água pluvial, ação que também integra o projeto do rio Mathias. Paulo explica que, depois de concluídas as obras nesse trecho, os serviços devem continuar até a rua Euzebio de Queiroz, que deve durar mais 120 dias. 

— A obra vai caminhando pontualmente à medida que forem implantados os módulos — explica Paulo, que lembra que a previsão para conclusão de todo o projeto é janeiro de 2018. 

O projeto

Iniciada em outubro de 2015 na foz do rio Mathias com o rio Cachoeira, em frente à Prefeitura, a obra contempla intervenções de drenagem pluvial nas ruas Euzebio de Queiroz, Otto Boehm, Fernando de Noronha, Jacob Eisenhuth, Visconde de Taunay, Pedro Lobo, Jacob Richlin, do Príncipe e Jerônimo Coelho.

Fazem parte da obra também a construção de alas e comportas, muro de proteção no rio Cachoeira, galerias de condução e conduto forçado e galeria de detenção. As obras estão orçadas em R$ 45.872.405,22, com recursos da Caixa Econômica Federal.Para evitar as cheias causadas pela maré do rio Cachoeira, será implantado um sistema de contenção e escoamento do rio Mathias: o muro de proteção entre as ruas Princesa Isabel e o Cachoeira, impedindo que as águas do rio Cachoeira retornem à bacia do rio Mathias e as comportas flap, no encontro entre os rios Mathias e Cachoeira.

A NOTÍCIA

Notícias Relacionadas

Trânsito 12/10/2016 | 15h15

Trecho da rua Otto Boehm será fechado em Joinville

Interdição ocorre para a implantação do projeto de macrodrenagem do rio Mathias

 
 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaSaúde deposita R$ 2,2 milhões para Hospital Infantil de Joinville https://t.co/Dtv609FQlBhá 4 horas Retweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaPrimeiro relatório da temporada aponta 44 pontos impróprios para banho em SC https://t.co/mWmj1CVZKehá 9 horas Retweet

Veja também

  •  
A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros