Jovens carregam cruz de madeira em Joinville. Entenda o porquê - A Notícia

Vers?o mobile

 
 

Onda Dura27/02/2015 | 17h01Atualizada em 28/02/2015 | 13h23

Jovens carregam cruz de madeira em Joinville. Entenda o porquê

Movimento da juventude da Comunidade Siloé conta com pelo menos mil jovens na cidade

Jovens carregam cruz de madeira em Joinville. Entenda o porquê Rodrigo Philipps/Agencia RBS
Desafio é carregar objeto por três semanas Foto: Rodrigo Philipps / Agencia RBS
Leandro S. Junges

leandro.junges@an.com.br

Durante 21 dias, pelo menos mil jovens de Joinville estão colocando à prova sua fé, carregando uma cruz de madeira com meio metro de comprimento junto ao corpo. No trabalho, no ônibus, na escola e até para dormir, eles não desgrudam do objeto, símbolo cristão que para eles representa "a morte da própria vontade para viver a vontade de Jesus Cristo". Eles fazem parte da Onda Dura, um movimento da Comunidade Siloé, que está ganhando cada vez mais autonomia e status de nova igreja evangélica, voltada ao público jovem.

>> Conheça os mandamentos do manual da Cruz criado pelo movimento Onda Dura
>> Conheça a história de jovens que participam do Onda Dura


A campanha coincide com o período que antecede a Páscoa, a quaresma, e também tem um sentido de penitência, segundo o pastor Filipe Falcão Palhares Duque Estrada, o pastor Lipão, um jovem de 26 anos, que curte surfe, usa grandes alargadores nas orelhas, tem boa parte do corpo tatuado e em quase nada lembra a maioria dos colegas pastores.

>> Acompanhe a página do AN no Facebook

— Não é um amuleto, não é para matar vampiros, não é para expulsar demônios, não é para impressionar a Deus. A intenção da cruz é conscientizar quem está disposto a seguir a Cristo de que é preciso carregar uma cruz que não é material, mas uma cruz de consciência — diz o pastor.

Em abril de 2011, um grupo de não mais do que 150 jovens da Onda Dura carregou cruzes de madeira pela cidade pelo mesmo motivo. Desta vez, há mais de mil adolescentes e adultos que optaram por manifestar sua fé nas ruas. Os integrantes que frequentam a igreja todos os sábados não são obrigados a carregar a cruz.

O desafio de carregar o objeto por três semanas também é simbólico. Segundo o pastor, esta é uma tarefa diária, permanente e que representa a negação dos valores terrenos em nome da salvação. A inspiração está nos evangelhos de Matéus, Marcos e Lucas: "Então Jesus declarou aos seus discípulos: Se alguém deseja seguir-me, negue-se a si mesmo, tome a sua cruz e me acompanhe."




>> Guia+AN: Veja o que tem para fazer em Joinville e região

HISTÓRIA
A Onda Dura surgiu como um movimento dentro da Comunidade Cristã Siloé. Internamente, na Comunidade Siloé, a atuação da Onda Dura é tratada como Y, uma alusão à geração Y. Quando o trabalho começou, entre 2007 e 2008, a Onda preconizava a atuação junto aos jovens com idade entre 14 e 24, no máximo 25 anos.

Como a própria geração Y cresceu, hoje há integrantes de 40 anos, mas são minoria. A faixa etária predominante dos mais de 2,5 mil jovens que lotam todos os sábados a igreja continua perto dos 20 anos.

O QUE É SILOÉ
O Reservatório de Siloé ou Piscina de Siloé, que dá nome à igreja Comunidade Siloé de Joinville, é um marco situado na antiga Jerusalém. O reservatório era um receptáculo para as águas da fonte de Giom, que eram levadas para lá por dois aquedutos. O Siloé aparece diversas vezes na Bíblia. A principal aparição está em João 9:1-7, em que Jesus ia passando quando viu um homem cego de nascença. Depois de converar com homem, Jesus cuspiu no chão, fez barro com a saliva e pôs sobre os olhos do homem. Depois disse a ele "vai lavar-te no reservatório de água de Siloé". Ele foi, lavou-se, e voltou vendo.

A NOTÍCIA

Notícias Relacionadas

Onda Dura 27/02/2015 | 18h51

Conheça a história de jovens que participam do Onda Dura, em Joinville

Pelo menos mil de jovens de Joinville estão colocando à prova sua fé, carregando uma cruz de madeira com meio metro de comprimento junto ao corpo

Onda Dura 27/02/2015 | 18h19

Conheça os cinco mandamentos do manual da Cruz criado pelo movimento Onda Dura, de Joinville

Movimento da juventude da Comunidade Siloé conta hoje com pelo menos mil jovens na cidade

Onda Dura 27/02/2015 | 17h10

Ação de carregar uma cruz de madeira já acontecia em 2011 em Joinville

Movimento da juventude da Comunidade Siloé conta hoje com pelo menos mil jovens na cidade

 

Siga A Notícia no Twitter

  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaMP quer que Estado e prefeitura de Itajaí façam reforma de emergência no Herbário https://t.co/oGqPAYFlDPhá 9 minutosRetweet
  • anonline

    anonline

    Jornal A NotíciaMinistro do STF derruba autorização de viagem de senador condenado ao Caribe https://t.co/iEsx0WVM1Dhá 2 horas Retweet

Veja também

A Notícia
Busca