Educação05/11/2013 | 08h00

Confira onde há lugar para novos alunos na educação infantil pública de Joinville

Número de vagas em 74 centros de educação infantil é divulgado pela Secretaria de Educação. Entre os critérios para conseguir a matrícula está a vulnerabilidade socioeconômica da família

Enviar para um amigo
Confira onde há lugar para novos alunos na educação infantil pública de Joinville  Rodrigo Philipps/Agencia RBS
Na Escola de Ensino Básico Professora Virgínia Soares, no Floresta, houve fila desde a noite de domingo Foto: Rodrigo Philipps / Agencia RBS

Quase 4 mil novos alunos vão estudar nos 75 centros de educação infantil (CEIs) de Joinville a partir do ano que vem. Em 74 deles, foram disponibilizadas vagas. O número total – 3.915 – foi divulgado segunda-feira pela Secretaria de Educação após encerrado o prazo para cadastro online de novos alunos, na última sexta-feira.

 A ocupação dessas vagas será feita, agora, com base no cadastro realizado pela secretaria, respeitando os critérios estabelecidos no edital nº 01/2013. Entre eles, está o coeficiente de vulnerabilidade socioeconômica da família.

O edital ainda esclarece que, apesar dos investimentos na ampliação e construção de novos centros, a demanda é maior do que o número de vagas disponibilizadas em razão do fluxo migratório a que o município está sujeito. Por isso, é preciso estabelecer regras para o processo de seleção e matrícula.

Os classificados que não foram matriculados irão compor a lista de espera, podendo ser convocados a qualquer momento para a efetivação da matrícula, desde que haja a disponibilidade de vaga no CEI.

O secretário de Educação, Roque Mattei, explicou segunda-feira que algumas vagas são novas – caso do CEI Meu Pequeno Mundo, que será inaugurado até o fim do ano no bairro Adhemar Garcia – e algumas vagas surgiram após o balanço de cadastros online.

— A cada ano, a configuração de vagas muda porque o município oferece período integral e parcial – diz Mattei, explicando que alguns pais que têm filhos nos dois turnos neste ano podem ter optado por apenas um turno a partir do ano que vem.

Outra situação que abriu novas vagas é a saída de alunos que completaram seis anos.

— Muitos alunos vão agora para o primeiro ano do ensino fundamental – concluiu o secretário.

A conta

A vulnerabilidade socioeconômica leva em conta quatro itens: renda familiar; integrantes com doença crônica incapacitante; crianças em situação de risco; e responsáveis pelas crianças que exerçam atividade remunerada.

São consideradas quatro faixas de renda familiar: 1) abaixo de R$ 280; 2) de R$ 280 a R$ 678; de R$ 678 a R$ 1 mil; e acima de R$ 1 mil. O valor da renda per capita familiar será composto pela soma da receita bruta de todos os integrantes da família, incluindo o recebimento de pensões e de Bolsa-família e diminuindo o montante gasto com aluguel ou financiamento imobiliário e as pensões pagas a outros filhos.

Esse valor será divido pela quantidade de pessoas que compõem a moradia. Será utilizado como critério de desempate a quantidade de filhos menores de 16 anos dos responsáveis legais pela criança que pleiteia a vaga, sendo considerado mais vulnerável aquele que tiver uma maior quantidade de filhos menores de 16 anos.

:: Entre no site do Joinville que Queremos e participe das discussões do projeto ::

Filas para matrícula no ensino fundamental

No mesmo dia em que o município divulgou as vagas para os CEIs, pais madrugaram para garantir uma cadeira para o filho no ensino fundamental. As matrículas iniciaram-se segunda-feira. Teve pai que até virou a noite de domingo para segunda para conseguir a senha e garantir a inscrição.

De acordo com a Secretaria de Educação, a principal demanda em Joinville é por vagas da primeira série do ensino fundamental. Para o ano letivo de 2014, a rede municipal está disponibilizando 5.600 novas cadeiras do 1º ao 9º ano.

Uma mãe, que preferiu não se identificar, conta que para conseguir uma vaga para a filha de seis anos no 1º ano da Escola de Ensino Básico Professora Virgínia Soares, no bairro Floresta, foi para a fila ainda na noite de domingo.

— Passei a noite toda lá e cheguei em casa às 9 horas — relata, aliviada, agora com a filha já matriculada.

A secretária Méri da Silveira Lamin, 44 anos, acordou cedinho para garantir a matrícula do Leonardo na 6ª série do fundamental, também na Virgínia Soares.

— Vim fazer a transferência dele, porque não tem 6ª série na escola em que ele estuda — conta.

Após garantir a vaga pela manhã, ela retornou no início da tarde para fazer a matrícula.

Segundo a auxiliar de direção da Escola Virgínia Soares, Marcia Regina da Silva Vieira, foram ofertadas 60 vagas para o 1º ano, um número elevado, de acordo com ela.

O secretário de Educação, Roque Mattei, explica que são priorizadas as famílias que moram na área de abrangência da escola, o chamado zoneamento. No entanto, como as escolas não necessariamente oferecem o número de vagas novas de que o zoneamento necessita, os pais, por receio de que os filhos tenham que estudar em uma escola longe de casa, se sujeitam a ficar em filas.

— Cada escola abriu um determinado número de vagas, mas vai cadastrar os alunos mesmo que ultrapasse esse número. Depois do dia 14, se houver vagas sobrando, os alunos da lista de espera são absorvidos. Se não houver outra escola da rede municipal, tem ainda a rede estadual — esclarece Mattei.

Quanto à formação de filas, o secretário disse que as direções das escolas foram orientadas a distribuir senhas para evitar que os pais passassem a noite à espera da matrícula.

— Fizemos isso na Castelo Branco, no Boa Vista; na João Bernardino (Boehmerwald); e na Ada Sant´Anna (Paranaguamirim) — informa o secretário.

As matrículas serão feitas até o dia 14 de novembro.

Documentos para matrícula:

- Cópia do Cartão do Sistema Único de Saúde (SUS).
- Cópia da certidão de nascimento.
- Cópia da carteira de vacinação.
- Cópia do comprovante de residência.
- Cópia do histórico escolar (em caso de transferência).

Onde estão as vagas:

Adhemar Garcia 148
Adolfo Artmann 24
Alegria de Viver 95
Alzelir T.G.Pacheco 26
Amandos Finder 61
Arte Vida 21
Aventuras de Criança 18
Beijar flor 21
Bem me Quer 16
Botãozinho de Rosa 41
Branca de neve 170
Cachinhos de ouro 76
Castelo Branco 50
Célio Gomes 20
Ciranda Cirandinha 21
Doce Infancia 35
Eliane Kruger 29
Espaço da Criança 81
Espaço Encantado 15
Esperança 116
Espinheiro 71
Estrelinha Brilhante 121
Fatima 89
Girassol 43
Herondina 62
Iraci Schmdlin 43
Itaum 35
Ivan Rodrigues 21
Jardim Sofia 65
Jorge Luis 25
Juarez Machado 26
Juliana de Carvalho 27
Lirio do campo 51
Luiza Maria Veiga 26
Marilene dos Passos 94
Mario Avancini 156
Miosotis 32
Miraci Dereti 70
Morro do Meio 59
Mundo Azul 68
Namir Zattar 77
Odorico Fortunato 43
Pão de Mel 48
Paraíso da Criança 127
Parque Guarani 39
Pedacinho do Ceu 54
Pedro Ivo 19
Pedro Colin 60
Pequena Sereia 61
Pequeno príncipe 65
Peter Pan 59
Ponte Serrada 24
Raio de Sol 102
Sementinha 100
Sigelfrid Poffo 67
Sol Nascente 66
Sonho de Criança 29
Zé Carioca 95
Meu Pequeno Mundo 178
Alfredo Hart 21
Aliere Carneiro 25
Artur Costa e Silva 18
Eugenio Klug 23
Evaldo Koehler 15
Franscisco Ripier 21
Fritz Benkerndorf 20
Heriberto Huilse 42
Hermann Muller 15
Hubert Hubener 21
Jose Motta Pires 25
Julio Machado 35
Maria Mazzolli 22
Reinaldo de França 15
9 de Março 16
Ribeirão de Cubatão 0

Notícias Relacionadas

Educação 04/11/2013 | 21h18

CEIs de Joinville oferecem 3,9 mil novas vagas para 2014

A ocupação das 75 unidades será feita com base no cadastro realizado pela secretaria

2014 12/10/2013 | 11h20

Cadastros para novos alunos nos CEIs de Joinville serão feitos somente pela internet

Inscrição terá início às 8 horas de segunda e se estenderá até 1º de novembro

Comentar esta matéria Comentários (0)

Esta matéria ainda não possui comentários

Siga A Notícia no Twitter

clicRBS
Nova busca - outros