Igrejas de Jaraguá do Sul tem singularidades e peregrinação por padre com pedido de beatificação - AN Jaraguá - Geral - A Notícia

Versão mobile

 

Turismo religioso15/09/2018 | 08h05Atualizada em 15/09/2018 | 08h05

Igrejas de Jaraguá do Sul tem singularidades e peregrinação por padre com pedido de beatificação

Local onde o "Servo de Deus Aloisio Boeing" morreu recebe milhares de visitantes todos os anos

Igrejas de Jaraguá do Sul tem singularidades e peregrinação por padre com pedido de beatificação Salmo Duarte/A Notícia
Igreja Matriz Nossa Senhora do Rosário foi construída em 1952 e tem ares de santuário Foto: Salmo Duarte / A Notícia

 A Igreja Matriz Nossa Senhora do Rosário já era referência em Jaraguá do Sul antes mesmo da chegada do padre Aloisio Boeing. Fruto de uma comunidade iniciada no fim do século 19 com a imigração de húngaros e italianos, ela passou de uma pequena capela de madeira para outro imóvel em alvenaria, até a inauguração, em 1952, do imponente templo católico com uma torre central e duas laterais. A construção foi liderada pelo padre alemão Antônio Echelmeyer, responsável, entre outras obras, pelo Hospital São José e pelo Colégio Divina Providência em Jaraguá do Sul. 

Quando ele morreu, em 1985, o padre Aloisio assumiu a paróquia e foi viver na casa ao lado da igreja. Ele havia dedicado mais de duas décadas à formação de religiosos no Noviciado Nossa Senhora de Fátima e tinha o aconselhamento espiritual como principal dom: era na sala da frente da casa que ele se sentava por horas para conversar com os fiéis. Quando morreu, foi sepultado no jardim da igreja, e o local se tornou destino para orações e pedidos de graças — há três possíveis milagres em estudo para integrarem a documentação do pedido de beatificação aberto em 2013, em processo no Vaticano. 

A primeira etapa, segundo a Irmã Edena Bittencourt, responsável pelo processo, é que sejam comprovadas virtudes heroicas para que ele seja considerado Venerável. Depois, com a validação dos milagres, ele pode alcançar a condição de Beato.

Além do túmulo do padre, nos jardins da Igreja Matriz do Nereu Ramos também estão a gruta Nossa Senhora Aparecida, o caminho das sete dores e uma via-sacra. São pontos de visitação que, junto com o trabalho de acolhida da igreja, aberta diariamente para atendimento com três padres, dão ares de santuário ao local. Para a irmã Edena, é desse potencial que o turismo religioso é feito.

— O patrimônio arquitetônico é importante, as pessoas podem admirar, mas o que realmente procuram nessas visitas é a renovação da fé — avalia.

 JARAGUA DO SUL,SC,BRASIL,14-09-2018.Rota do turismo reliogioso em Jaraguá do Sul.Capela Santo Estêvão,Garibaldi,Rodovia JGS 466.(Foto:Salmo Duarte/A Notícia)
Capela Santo Estevão, no bairro Garibaldi, é a mais antiga de Jaraguá do SulFoto: Salmo Duarte / A Notícia

Costumes e crenças como bens de proteção

No Guia dos Atrativos Religiosos de Jaraguá do Sul está a mais antiga igreja da cidade, a Capela Santo Estevão, cuja comunidade foi formada no fim do século 19 e a capela atual, inaugurada em 1922 no bairro Garibaldi. Junto com a Capela Santíssima Trindade, ela forma a "trindade" das únicas igrejas com arquitetura húngara do Brasil. 

A lista também apresenta marcos da comunidade luterana da cidade, como a Capela Santa Luzia, tombada como patrimônio histórico-arquitetônico municipal; e a Igreja Apóstolo Pedro, no Centro. 

Para o coordenador do turismo religioso, Giuliano Berti, a quantidade de igrejas bem conservadas na cidade pode ser explicada pela imigração nos séculos 19 e 20, formada por italianos, alemães e húngaros. Com quatro edificações tombadas como patrimônio histórico-arquitetônico e duas em processo de tombamento, a diretora do setor de patrimônio da Secretaria de Cultura de Jaraguá do Sul, Rosângela Melatti, acredita que a preservação seja mais garantida:

– Elas preservam a identidade cultural e o sentimento de coletividade local. É importante manter as referências, saber, por exemplo, que aquele é o local onde os pais e os avós casaram, onde você foi batizado. Além disso, elas demonstram a forte religiosidade local.

Leia mais:
Jaraguá do Sul lança guia com rota para igrejas e capelas da cidade

 

Siga A Notícia no Twitter

Veja também

A Notícia
Busca