Desaparecimento de taxista é investigado como um possível latrocínio em Jaraguá do Sul - AN Jaraguá - Geral - A Notícia

Versão mobile

Desaparecido24/11/2017 | 14h00Atualizada em 24/11/2017 | 14h05

Desaparecimento de taxista é investigado como um possível latrocínio em Jaraguá do Sul

Allan Tietz saiu para realizar uma corrida até Curitiba, no Paraná, e não retornou

Desaparecimento de taxista é investigado como um possível latrocínio em Jaraguá do Sul Reprodução/Redes Sociais
Foto: Reprodução / Redes Sociais
A Notícia
A Notícia

A Polícia Civil de Jaraguá do Sul está investigando o desaparecimento do taxista Allan Tietz, de 24 anos, como roubo e um possível latrocínio. Ele saiu da cidade, na última quarta-feira (22), para fazer uma corrida até Curitiba, no Paraná, e não retornou. Dois rapazes teriam contratado o transporte até a capital paranaense para o velório de um familiar. 

De acordo com Nelson Tietz, pai do taxista, Allan se comoveu com a situação dos homens por causa da morte do parente. Como possuíam pouco dinheiro, ele fez um preço abaixo do normal para a dupla. A corrida começou às 17h, quando o motorista buscou os dois em uma casa. No início da noite, o pai ligou para o filho e o celular estava fora de área. Ele continuou tentando, mas o aparelho às vezes tocava e às vezes indicava estar desligado. 

Assim, Nelson acionou a polícia, já que não conseguia contatar o filho. Ele também foi até a casa dos homens que contrataram o serviço, mas o imóvel estava vazia. Alguns vizinhos relataram ao pai que a dupla já tinha problemas com a polícia e moravam junto a um casal. 

O carro de Allan foi encontrado, por volta das 9 horas desta quinta-feira (23), próximo a rodoviária de Curitiba, sem as rodas, sem o aparelho de som e com manchas de sangue no banco do motorista, do passageiro, no freio de mão e na porta do lado do condutor. O pai informou que testemunhas contaram à polícia que o veículo foi abandonado no local por dois rapazes. 

A Polícia Civil já identificou os homens que teriam feito a corrida com o taxista. De acordo o delegado Eric Issao Uratani, responsável pela investigação, o carro passou por perícia e foi devolvido à família. O laudo deve ficar pronto em 10 dias. Após rastreio do celular de Allan, a localização indica para o bairro Pirabeiraba, em Joinville. Nesta sexta-feira, a Polícia Civil de Jaraguá realiza buscas pela região e hospitais.

Leia as últimas notícias de Joinville e região em AN.com.br

A Notícia
Busca