Defesa Civil monitora a chuva em Joinville - AN Jaraguá - Geral - A Notícia

Versão mobile

Chuvas19/05/2017 | 09h19Atualizada em 19/05/2017 | 11h13

Defesa Civil monitora a chuva em Joinville

Choveu 96 mm em 24 horas no Centro, apontam estações de monitoramento

Defesa Civil monitora a chuva em Joinville Gabriela Florêncio/Agência RBS
Foto: Gabriela Florêncio / Agência RBS
A Notícia
A Notícia

A intensa chuva registrada em Joinville durante toda madrugada de sexta-feira somou a elevada precipitação de 96 milímetros nas últimas 24 horas, mas não provocou situações de emergência e apenas alguns casos isolados de acúmulo de água em via pública e queda de um muro no bairro Vila Nova.

Leia as últimas notícias de Joinville e região em AN.com.br

Em caráter preventivo, equipes da Defesa Civil de Joinville passaram a monitorar os principais rios que cortam vários bairros das zonas Norte, Oeste, Leste e Sul, como o Rio do Braço, Águas Vermelhas, Itaum e Itaum Mirim.

No bairro Itinga foram registrados pontos de acúmulo de água sobre a pista na rua Waldemiro José Borges e no bairro Vila Nova a queda de muro sem gravidade na rua Fernando Brodbeck. 

 A previsão para as próximas horas é de chuva persistente, porém de baixa intensidade, tendendo a melhorar no sábado. Além de monitorar os rios, a Defesa de Joinville mantém o alerta para os casos de deslizamento que normalmente ocorrem em situações de chuva persistente em regiões de solo instável.

Nesses locais, devem ser observas quaisquer movimentações de terra ou rochas próximas às residências, inclinação de postes e árvores e rachaduras em muros ou paredes.

A Defesa Civil também recomenda que as pessoas evitem o contato com as águas e não dirigir em lugares alagados, em pontilhões e pontes submersas e cuidado com crianças próximas de rios e ribeirões. Nos casos de emergência, a Defesa Civil de Joinville deve ser acionada pelo telefone 199 ou o Corpo de Bombeiros pelo 193.

Em Jaraguá do Sul,  levantamento feito junto às estações meteorológicas instaladas no município apontam o acumulado entre 70 e 90 milímetros. O número compreende o começo da manhã desta quinta-feira até às 7h30 desta sexta. 

Recomendações da Defesa Civil SC:

Tempestades com descargas elétricas (raios), ventos fortes e granizo: Proteja-se em local abrigado, longe de placas, de árvores, de postes de energia e de objetos que podem ser arremessados. Se não encontrar um abrigo, agache-se com os pés juntos, com a cabeça encostada em seu peito ou entre os joelhos e as mãos cobrindo suas orelhas ou apoiadas em seus joelhos.  

Se estiver na praia, jamais fique na água. Não olhe para o raio. Se estiver em casa ou qualquer outro local abrigado, desligue os aparelhos eletrônicos, não use o telefone, fique longe das janelas e lembre-se, o banheiro em alvenaria é o melhor local durante uma tempestade; 

Enxurradas: Não fique próximo às margens de rios e ribeirões, principalmente em regiões de relevo acentuado, montanhoso e pequenos vales, pois muitas vezes há temporais intensos sobre os topos e cabeceiras, gerando repentinamente grande quantidade de água num curto espaço de tempo.

Este tipo de evento adverso apresenta grande poder destrutivo, podendo arrastar veículos, pessoas, animais e mobílias por vários quilômetros. A força das águas pode ainda provocar o rolamento de blocos de pedras, arrancar árvores, destruir edificações e causar deslizamentos de terra nas margens.

Alagamentos: evitar o contato com as águas e não dirigir em lugares alagados. Evitar transitar em pontilhões e pontes submersas e cuidado com crianças próximas de rios e ribeirões.




 
 

Siga A Notícia no Twitter

Veja também

A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros