Casal de Santa Catarina começará viagem de volta ao mundo em 2016 - AN Jaraguá - Geral - A Notícia

Vers?o mobile

 
 

Ano novo11/12/2015 | 16h26

Casal de Santa Catarina começará viagem de volta ao mundo em 2016

Eles se mudarão para uma kombi, que será adaptada para virar uma casa sobre rodas

Casal de Santa Catarina começará viagem de volta ao mundo em 2016 Salmo Duarte/Agencia RBS
Carla e Marcelo querem conhecer o mundo e a cultura a fundo Foto: Salmo Duarte / Agencia RBS

Marcelo Silva e Carla Frank querem mudar de endereço em 2016. Eles também querem viajar. Parecem planos comuns de ano novo, se não fosse por um detalhe: aliarão os dois desejos em um e darão a volta ao mundo.

O casal — ele natural de Brusque, ela de Joinville — deixarão o apartamento em Balneário Camboriú e passarão a viver dentro de uma kombi, a Rita Lee, que está sendo preparada para virar residência pelos próximos anos. Talvez, se os conselhos que Marcelo e Carla já ouviram de outros viajantes estiverem certo, a mudança pode ser para sempre.

— Muita gente, ao falar dos nossos planos, chama de viagem. Mas não é uma viagem, é uma mudança de vida — analisa Marcelo — E quem já está vivendo assim nos contou que também começou pensando em data para voltar à "vida normal", mas o prazo passou e eles quiseram continuar na estrada.

O projeto, que eles batizaram de Mundo em Verde e Amarelo, começou a ser planejado há cerca de quatro anos. Foi o período necessário para transformar o que era sonho em planos concretos, adquirindo conhecimento, fazendo contatos e esperando os filhos tornarem-se adultos. Além disso, havia uma certeza quando decidiram dar a volta ao mundo: ela seria de kombi.

Por onde anda o casal de São Bento do Sul que está viajando pelo mundo

A primeira foi a Jujubinha, um modelo "corujinha" 75 que, depois de passar por restauro, precisou ser vendida para arcar com despesas financeiras inesperadas. Agora, a companheira de viagem será Rita Lee, modelo 2002, uma das últimas a ter motor 1.6 refrigerado a ar, que mantém a nostalgia do projeto com menos riscos.

— A escolha da kombi também teve a ver com a questão financeira, já que as peças são baratas e podem ser encontradas em qualquer lugar do mundo; e o motor é simples, então eu posso consertá-lo sozinho — conta Marcelo.

O que eles não esperavam é que o veículo escolhido garantisse o sucesso precoce do projeto. Três meses após criarem a página Mundo em Verde e Amarelo no Facebook, já haviam conquistado 5 mil curtidores. O número agora já chega a 10 mil — e a viagem ainda nem começou.

O casal deve este sucesso aos apaixonados pela marca que existem no mundo inteiro, o que garantiu também convites de hospedagem em diferentes países e até um guia voluntário pela Turquia. O país euro-asiático, no entanto, terá que esperar: a intenção é passar o primeiro ano no Brasil, conhecendo o próprio país para valer.

— As pessoas viajam para o Nordeste, ficam em hotéis e resorts e acham que conheceram aquela região. O que queremos é aproveitar o máximo de cada lugar, fazendo roteiros alternativos àqueles do turismo, para conhecer a cultura a fundo — diz Carla.

Um mito que Marcelo e Carla ainda encontram dificuldades para derrubar ao falar do projeto é de que eles precisam ser ricos para cometerem a ousadia de querer cruzar o planeta de carro. A verdade é que, como não é uma simples viagem, eles não estarão em férias eternas. Marcelo, que é publicitário, já começou a migrar o contato com os clientes para o mundo virtual; Carla, que é bióloga, atua há seis anos como agente de turismo, e também conta com a internet como escritório.

— Estaremos viajando o tempo todo, mas não deixaremos de trabalhar. A diferença é que estaremos em uma casa "bem pequenininha", mas com um quintal gigante: o mundo inteiro — afirma Carla.

Para viajar junto

A partida da kombi Rita Lee com o Projeto Mundo em Verde e Amarelo está prevista para abril de 2016. Até lá, um projeto de financiamento coletivo pretende arrecadar contribuições a partir de R$ 10 para adaptar o veículo com sistemas de isolamento térmico, necessários para lugares muito quentes ou muito frios, e outros itens necessários à montagem de uma casa sobre rodas.

Para colaborar, acesse o projeto Mundo em Verde e Amarelo no site Kickante. As contribuições terão recompensas de acordo com o valor.

Quem quiser acompanhar o projeto, pode acessar:

Facebook - www.facebook.com/mundoemverdeamarelo.
Blog - http://mundoemverdeamarelo.com/

A NOTÍCIA

Notícias Relacionadas

Literatura 20/08/2015 | 17h41

Primeiro brasileiro a cruzar a África de bike lança livro no sábado em Joinville

Obra 'Mais que um Leão por Dia', de Alexandre Costa Nascimento, traz relatos da viagem

11/04/2011 | 09h49

Depois de passar por 31 países, escritor jaraguaense faz parada no Brasil

Charles Zimmermann quer voltar a pedalar pelo Leste Europeu e Ásia e planeja novo livro

 

Siga A Notícia no Twitter

Veja também

A Notícia
Busca